Qualcomm apresenta novo chip com foco em aparelhos básicos como o Nokia 3310

IDG News Service
20/03/2017 - 19h05
Novo 205 Mobile levará conexão 4G aos feature phone. Com ele, usuários poderão navegar na Internet e acessar redes sociais como Twitter e Facebook

O novo Nokia 3310, uma releitura do clássico celular da companhia finlandesa, foi um grande sucesso durante o Mobile World Congress realizado no último mês em Barcelona.

Trata-se de um aparelho com recursos básicos, os chamados feature phone ou ainda celulares "candy-bar". E é neles que a Qualcomm parece enxergar um mercado promissor.

A mesma fabricante da série Snapdragon apresentou o novo 205 Mobile que, em resumo, levará conexão 4G a esses aparelhos. O chip também suporta os padrões de rede CDMA e GSM. 

Há uma grande necessidade para um chip como o 205, especialmente quando você olha os recursos limitados do novo Nokia 3310, que oferece apenas conectividade 2G para mensagens de texto e chamadas, enquanto novos aparelhos similares equipados com o 205, ou seja, alimentados com conexão LTE (Long Term Evolution) terão conexões mais estáveis e melhor qualidade para ligações.
 
Usuários poderão até mesmo navegar na Internet, enviar e-mails e acessar redes sociais como Twitter e Facebook.
 
A Qualcomm estima que 20% de todas as remessas de aparelhos móveis são celulares básicos e a a maioria deles se movimentará na direção do 4G em um futuro próximo.
 
Com o chip 205, as telas dos aparelhos também serão melhores, o que significa que serão menos pixeladas e poderão dar uma melhor experiência para jogos. Usuários conseguirão até mesmo assistir a vídeos streaming graças a GPU Adreno que alimenta o 205.
 
Imagine câmeras dual em um aparelho como o Nokia 3310, isso também será possível com o novo chip, que suporta capacidade para uma câmera de 3 megapixel na parte traseira e uma modesta de 0.3 megapixel na frente.
 
Com o 205 Mobile, os feature phone também serão alimentados com recursos de voz e capacidades de pagamento. Tais habilidades são importantes em países em desenvolvimento, onde pagamentos mobile têm ganhado tração.
 
Além disso, os aparelhos ganharão conexão Bluetooth 4.1. O chip dual-core irá operar a uma taxa de 1.1GHz, que basicamente significa colocar um motor à jato em um aparelho de baixo custo. 
 
O chip também poderia alimentar smartphones de entrada, no entanto as necessidades para câmeras e gráficos de tais aparelhos são muito mais pesados do que o 205 pode oferecer. O principal foco do novo chip da Qualcomm são aparelhos baseados em Linux e não Android ou Windows. 
 
Segundo a fabricante norte-americana, feature phones alimentados com o novo 205 Mobile serão enviados a partir do segundo trimestre deste ano. 

 

  • # Tópicos
  • # 4G