Uber leva carros autônomos para o Arizona após problemas na Califórnia

PC World / EUA
23 de dezembro de 2016 - 16h15
Empresa diz em comunicado que continuará seu programa piloto nas próximas semanas no Arizona.

Um dia após ser forçado a interromper seus testes com carros autônomos em San Francisco, na Califórnia, o Uber carregou os veículos em caminhos e partiu com eles para o Arizona, onde os testes continuarão com o apoio do governo do estado.

Os carros autônomos foram levados em caminhões da Otto, uma subsidiária do Uber que desenvolve caminhões autônomos, e deixou San Francisco na manhã de hoje, 23/12.

“Nossos carros saíram para o Arizona nesta manhã em caminhões. Vamos expandir nosso projeto piloto de direção autônoma por lá nas próximas semanas, e estamos animados em ter o apoio do governador Ducey”, afirmou a empresa em um comunicado sobre o assunto.

O Uber também soltou para a imprensa uma série de imagens dos carros deixando a cidade nos caminhões – uma mensagem de repreensão bastante clara contra sua cidade e estado natais.

Os carros autônomos do Uber estavam nas ruas de San Francisco há apenas uma semana quando foram forçados a voltar para o pátio da empresa. Desde que iniciou os testes na cidade na semana passada, o Uber esteve em disputa com órgãos estaduais da Califórnia, que alegam que a companhia precisa de uma licença específica para testar os carros autônomos.

No final da última semana, o estado da Califórnia ameaçou entrar na Justiça contra o Uber caso a empresa não retirasse os carros das ruas de SF, o que acabou acontecendo na última quarta-feira, 21/12.

O governador do Arizona, Doug Ducey, usou a decisão do Uber para atacar a Califórnia. “O Arizona dá as boas-vindas aos carros autônomos do Uber de braços e estradas abertas. Enquanto a Califórnia coloca freios na inovação e na mudança com mais burocracia e regulamentação, o Arizona está pavimentando o caminho para novas tecnologias e negócios”, afirmou o político.