Plataforma de pagamento Samsung Pay chega oficialmente ao Brasil

Luiz Mazetto
14/07/2016 - 23h08
Inicialmente, plataforma de pagamentos via smartphone estará disponível para clientes Banco do Brasil, Brasil Pré-Pagos, Caixa, Porto Seguro e Santander.

A Samsung saiu na frente dos rivais e anunciou nesta quinta-feira, 14/07, que o seu serviço de pagamento via smartphone, o Samsung Pay, começa a funcionar oficialmente no Brasil a partir do próximo dia 19 de julho.

Com esse lançamento, o Brasil será o primeiro país da América do Sul e o oitavo do mundo a receber o Samsung Pay, que já está presente na Coreia do Sul, EUA, China, Espanha, Singapura, Austrália e Porto Rico.

Parcerias

Compatível com as bandas Visa e MasterCard, a novidade estará disponível a partir da próxima terça-feira, 19/07, para diversos bancos e empresas de cartão de crédito, como Banco do Brasil, Brasil Pré-Pagos, Caixa, Porto Seguro e Santander. 

Os clientes de outros players importantes do mercado financeiro, como Bradesco, Itaú, Banrisul e a Nubank receberão o Pay “em breve”, dentro de um prazo de 30 a 60 dias, segundo a Samsung.

samsungpayrodrigo_625.jpg
O ator Rodrigo Santoro durante lançamento do Samsung Pay no Brasil (foto: Luiz Mazetto)

Aparelhos

Como exige o uso do leitor de impressão digital para autorizar as transações, o Samsung Pay não é compatível com todos os (muitos) smartphones da Samsung. Os aparelhos compatíveis com a plataforma de pagamento são os seguintes: Galaxy S7, Galaxy S7 edge, Galaxy A5 (2016), Galaxy A7 (2016), Galaxy Note 5, Galaxy S6 edge+, Galaxy S6 e Galaxy S6 edge, sendo que esses dois últimos só funcionarão com Pay via NFC.

Como funciona

De acordo com a Samsung, os aparelhos da lista acima lançados neste ano já trazem de forma nativa o aplicativo do Samsung Pay – a companhia enviará então uma notificação para informar quando o celular estiver pronto para usar o serviço. 

Já quem tiver um Galaxy que não tenha esse app, receberá então uma notificação da empresa diretamente no celular para fazer uma atualização de sistema que então trará o aplicativo do Samsung Pay, que pode armazenar até 10 cartões de crédito/débito diferentes.

O pagamento com o smartphone na “maquininha” acontece da mesma forma que o cartão de plástico para comerciante, que fica com o comprovante de pagamento em papel, da mesma forma como acontece em outras transações no terminal, aponta a Visa. 

Brasil

A Samsung ainda destacou que durante as cerca de quatro semanas de testes com o Samsung Pay no Brasil registrou um número muito maior de transações por usuário do que nos outros países em que a plataforma já está disponível.

Com programas pilotos na área de pagamentos contactless desde 2008, o Brasil possui o maior parque de terminais desse tipo do mundo, com cerca de 2,5 milhões de unidades prontas para receber pagamentos sem a necessidade de cartões físicos.

Segurança

Motivo de preocupação para muita gente, os cartões digitais são tão seguros quanto os de plástico, segundo o diretor de produtos da Visa, Alessandro Rabelo. E ainda possuem a vantagem adicional de não poderem ser clonados como acontece com os cartões tradicionais de plástico.

O token de pagamento é o “segredo” para garantir essa segurança dos cartões digitais. Isso porque esse recurso conta com um identificador digital único, um código fornecido pela própria empresa e que acabaria com a necessidade de digitar senhas na hora de pagar - basta aproximar o smartphone do terminal, por exemplo.

“Ao contrário do plástico, o cartão digital possui informações dinâmicas e conta com várias camadas de segurança”, afirma o executivo, que destaca que é importante diferenciar o token de pagamento usado pela empresa do token de segurança, solução já adotada por diversos bancos no país há algum tempo.