CEO diz que Uber perde US$1 bilhão por ano na China por causa de rivais

Da Redação
19 de fevereiro de 2016 - 17h29
Segundo Travis Kalanick, empresa é lucrativa nos EUA, mas ainda sofre no mercado chinês por causa do rival Didi Kuaidi.

O Uber revelou nesta semana que está perdendo nada menos do que 1 bilhão de dólares por ano na China. O motivo para isso é a verdadeira guerra do app contra o rival local Didi Kuaidi.

“Somos lucrativos nos EUA, mas estamos perdendo 1 bilhão de dólares por ano na China. Temos um rival forte que não é lucrativo em nenhuma cidade em que atua, mas eles estão atrás de participação no mercado. Gostaria que o mundo não fosse assim”, afirmou o CEO do Uber, Travis Kalanick, para a plataforma BetaKit.

A Reuters entrou em contato com oficiais do Uber na China, que confirmaram o prejuízo bilionário do aplicativo no mercado local.

Vale notar que, apesar disso, a divisão chinesa do Uber aumentou seu valor de mercado naquele país para mais de 8 bilhões de dólares após levantar cerca de 1 bilhão de dólares em sua última rodada de investimentos. 

Em entrevista à Reuters, um porta-voz da Didi Kuaidi disse que a empresa opera em mais de 400 cidades chinesas e já passou do ponto de “empatar” em mais da metade delas.