Saiba quanto ganha um motorista do Uber no Brasil

Da Redação
17/02/2016 - 18h20
Remuneração média com o app no país fica entre R$1.085 reais e R$1.750 reais por semana. É preciso ter seguro para passageiro e veículo com ar condicionado.

Alvo da ira dos taxistas que o acusam de concorrência desleal desde chegou ao Brasil, em 2014, o Uber vem atraindo motoristas e até profissionais de outras áreas por prometer ganhos interessantes que podem chegar a até 7 mil reais por mês no país.

De acordo com a página da empresa para interessados em virarem motoristas do aplicativo, os rendimentos líquidos variam entre 4.300 reais por mês (1.085 reais por semana) e 7 mil reais por mês (1.750 reais por semana), já descontadas as porcentagens que ficam com o Uber – 20% no Uber BLACK e 25% no Uber X.

O valor mais baixo, de 4.340 reais mensais, é uma estimativa da empresa para os motoristas que pratiquem o chamado “turno normal” do Uber. Ou seja, que trabalhem entre 7 e 9 horas por dia, com um dia de folga por semana, e contem com uma boa avaliação dos passageiros pelo app.

Já o piso de 7 mil reais é estimado pelo Uber para os chamados “melhores motoristas”, que trabalham entre 10 e 12 horas por dia, também com um dia de descanso na semana, mas que contem uma avaliação excelente dos clientes no aplicativo.

Como todos os pagamentos das corridas são feitos pelo aplicativo do Uber, o motorista recebe o dinheiro da empresa uma vez por semana.

É bom lembrar que, caso não tenha um carro que se adeque às categorias do Uber, pode ser preciso fazer um investimento considerável para começar a trabalhar como motorista do aplicativo. O Uber X, por exemplo, que possui tarifas mais baratas, exige um carro modelo 2008 ou mais recente, com 4 portas, ar condicionado e 5 lugares. Já o Uber BLACK, serviço mais premium do app, exige carros sedan modelo 2010 ou mais recente, com 4 portas, ar condicionado e bancos de couro.

Além disso, é preciso ter um smartphone Android ou iPhone e fazer um seguro para passageiros (a partir de 50 mil reais), entre outras exigências, como atestado de antecedentes criminais.