Fim de uma era: Lenovo vai abandonar a marca Motorola nos smartphones

Da Redação
08/01/2016 - 00h09
Maior fabricante de PCs do mundo, empresa chinesa quer ampliar seu alcance no mobile. Aparelhos vão manter apelido Moto e logo icônico com a letra M.

Em breve, a Lenovo deixará de usar a marca Motorola nos smartphones da linha Moto. O CEO da Motorola, Rick Osterloh confirmou a notícia em uma entrevista para o site especializado CNET durante a feira de tecnologia CES 2016 nesta quinta-feira, 7/1, em Las Vegas. Vale lembrar que a Lenovo comprou a divisão mobile da Motorola em 2014 das mãos do Google.

No entanto, o “apelido” Moto, presente em modelos de smartphones como Moto E, Moto G e Moto X, vai continuar sendo usado, juntamente com o icônico logo com a letra M. Só que os aparelhos da linha Moto, que também incluem produtos como o smartwatch Moto 360, passarão a ser chamados de “Moto by Lenovo”. Alguns analistas criticaram a decisão por conta da história da Motorola no mercado de celulares.

“Nós vamos abandonar a (marca) Motorola lentamente”, afirmou Osterloh, que destacou ainda que a Lenovo continuará usando o nome Motorola em suas configurações corporativas.

Osterloh e sua equipe em breve vão assumir todas as operações da divisão mobile da Lenovo. Com isso, os smartphones da fabricante chinesa, como a linha Vibe, chegarão a mercados em que o Moto está presente e vice-versa, como aconteceu recentemente no Brasil com a chegada do primeiro aparelho Lenovo Vibe.

Posição Motorola

Por meio de sua assessoria de imprensa no Brasil, a Motorola divulgou um comunicado oficial sobre o assunto: "A Motorola Mobility continua a existir como parte do grupo Lenovo e vai liderar as áreas de engenharia e design em todos os nossos produtos móveis. No entanto, para a nossa estratégia de marketing, vamos adotar duas marcas em smartphones e wearables e seguir daqui para frente, com Moto e Vibe globalmente."