Facebook supera 1,5 bilhão de usuários por mês; WhatsApp tem 900 milhões

Da Redação
06/11/2015 - 16h58
Números foram revelados nessa quinta-feira, 5/11. junto aos resultados trimestrais. O Messenger atinge 700 milhões de usuário/mês, e o Instagram, 400 milhões

Mark Zuckerberg usou o seu perfil no Facebook para divulgar nesta quinta-feira, 5/11, os resultados de seus serviços no terceiro trimestre de 2015.  De acordo com o novo formato de contabilização de usuários ativos, o Facebook contava no fim de setembro com 1,5 bilhão de usuários mensais, dos quais 1 bilhão acessando a rede social diariamente.

Ainda segundo o post de Zuckerberg, mais de 15 milhões de pessoas no mundo passaram a ter acesso à Internet através da iniciativa Internet.org.

O executivo divulgou ainda uma imagem contendo a quantidade de usuários mensais dos demais serviços de propriedade do facebook: WhatsApp, Instagram e Messenger.

Facebook3trimestre

Acesso móvel
Na reunião com investidores, David Wehner, diretor financeiro do Facebook, revelou que a rede social terminou setembro com 1,39 bilhão de usuários/mês acessando a rede social através de smartphones –  um bilhão deles através de dispositivos Android. 

No relatório financeiro, a empresa informa que passará a  contabilizar o número total de usuários ativos por mês apenas através dos logins nos seus próprios aplicativos móveis, na versão Web e no Messenger. O cálculo deixa de considerar usuários que só interagiram com aa rede social através de aplicativos de terceiros.

Vídeo
Os números inflados de visualizações de vídeos na rede social continuam chamando atenção.  Foram 8 bilhões por dia no terceiro trimestre, frente a 1 bilhão no mesmo período do ano passado, ressaltando uma crescente ameaça às receitas de publicidade na televisão.

O Facebook afirmou que em setembro havia 2,5 milhões de anunciantes ativos, um aumento de 25 por cento sobre fevereiro. 

A receita de publicidade subiu 45,4 por cento, para 4,30 bilhões, com os anúncios em aparelhos móveis correspondendo a 78 por cento do total, frente aos 66 por cento do mesmo período de 2014.

Receita
As receitas da rede social cresceram 40% no terceiro trimestre. graças ao lançamento de novos serviços de publicidade e atualizações para seu aplicativo móvel que levou a mais vendas de anúncios.

O lucro no terceiro trimestre também superou as estimativas do mercado apesar do aumento nos investimentos no Messenger, o WhatsApp e Oculus, o negócio de realidade virtual.