IFA 2014: Novo Moto X ganha estrutura de metal e tela de 5.2 polegadas

Mikael Ricknäs - IDG News Service
05 de setembro de 2014 - 07h03
A Motorola começa a vender o smartphone no final do mês, por US$ 500 sem contrato com operadora. Dispositivo terá câmera de 13 megapixels

A Motorola Mobility fez um  upgrade do seu smartphone topo de linha, o Moto X, incluindo uma estrutura de metal, um processador mais poderoso - o Qualcomm Snapdragon 801, quad-core de 2.5GHz - e uma tela maior, de 5.2 polegadas. O anúncio foi feito nesta sexta-feira na feira IFA, que acontece de 5 a 10 de setembro em Berlim.

A empresa tem tido sucesso de vendas com seus dois aparelhos de menor custo, os modelos Moto G e Moto E, e espera que as novidades do Moto X também ajudem a impulsionar suas vendas. O novo Moto X começa a ser vendido na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia no final do mês. Ele vai custar US$ 499 sem contrato com operadora.

A Motorola também fez o upgrade da câmera do Moto X, passando dos anteriores 8 megapixels para 13 megapixels. A grande diferença no entanto está na tela, que mudou de 4.7 polegadas com resolução de 720 pixel, para 5.2 polegadas e resolução de 1080 pixel. As telas acima de 5 polegadas estão proliferando no mercado e ao que parece a Motorola não quis ficar atrás.

A bateria do Moto X também ganhou um upgrade com mais capacidade, passando de 2,200 mAh para 2,300 mAh.

O novo smartphone pesa 144 gramas (5 gramas mais pesado que a versão anterior) e mede 14,08 centímetros de altura por 7,24 centímetros de largura, com espessura de 9,9 milímetros, bem maior que a média de 7,5 milímetros dos novos aparelhos lançados este mês.

O uso de estruturas de metal para fazer os smartphones ficarem com aparência e tato mais premium também foi adotado pela Motorola. Para a tampa traseira os usuários podem escolher materiais como couro e diferentes tipos de madeira. O programa de modelos customizados continua a ser oferecido a usuários nos EUA e na Alemanha e será expandido para o Reino Unido e para a França.