Mensagens do Snapchat não "desaparecem para sempre"

Da Redação
09/05/2014 - 17h56
Empresa entrou em acordo com a Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) para mudar a forma como diz a seus usuários sobre a efemeridade das mensagens trocadas por eles

O aplicativo de mensagens Snapchat fez um acordo com a Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) nesta semana sobre as afirmações de que o conteúdo trocado por seus usuários não é realmente “efêmero”.

A FTC alega que existem diversas maneiras para salvar uma mensagem no Snapchat, como por exemplo capturando a tela do smartphone. Assim, o órgão disse que a afirmação da empresa de que as mensagens “desapareciam para sempre” eram enganosas gerando falsa impressão de efemeridade aos usuários.

No início deste ano, por exemplo, o blog do Snapchat dizia que “Há valor no efêmero...Isso porque as mensagens podem ser compartilhadas, curtidas, mas não salvas”. No entanto, como apontava o FTC, havia maneiras de salvar as mensagens tanto dentro quanto fora do app.

A informação foi publicada no site Ars Technica. Nesta quinta-feira, 08/05, o Snapchat confirmou a existência do acordo com a FTC em um post publicado no seu blog oficial.

Como parte do acordo entre as partes, o Snapchat deverá melhorar o texto descritivo do aplicativo e também seus termos de política de privacidade e terá de começar um programa de privacidade que será monitorado de forma independente por 20 anos. Caso saia da linha, a empresa será multada.

Corrigindo o problema

Pouco após a decisão ser publicada, o Snapchat se pronunciou sobre o assunto em seu blog oficial.

"Durante o período em que nos concentramos em construir o aplicativo, algumas coisas não tiveram a atenção que mereciam. Uma delas é como ser mais preciso na forma como nos comunicamos com a nossa comunidade Snapchat. Nesta manhã, entramos em acordo com a FTC para resolver as ressalvas levantadas a esse respeito pela comissão. Mesmo antes do acordo de hoje ter sido anunciado, já tínhamos resolvido a maioria dos problemas melhorando o texto da nossa política de privacidade, o descritivo da app e as notificações in-app just-in-time. E continuamos a investir pesadamente em segurança e medidas para evitar abusos”, afirmou a empresa. 

No descritivo da app no site do iTunes, a empresa explica que o usuário pode "publicar uma foto, vídeo, colocar uma legenda e enviar a um amigo. Ele vai ver, dar risada e então o Snap vai desaparecer da tela - a menos que ele tire uma foto da tela!".

Mais abaixo, a empresa completa com o seguinte alerta: "Atenção: ainda que Snaps, Chats, e Stories sejam apagados dos nossos servidores depois que eles expiram, não podemos impedir o(s) destinatário(s) de capturar e salvar a mensagem tirando uma foto da tela ou usando um dispositivo de captura de tela".