Google libera kits de desenvolvimento para smartphone modular Projeto Ara

Greenbot / EUA
10/04/2014 - 11h00
Criado pela Motorola, projeto para smartphone customizável começa a sair do papel.

E se você pudesse trocar peças e customizar seu celular da maneira como você quisesse? É nisso que o Google está trabalhando: uma plataforma de hardware de smartphone chamada Projeto Ara, baseada em componentes modulares, fáceis de trocar e que permitem upgrade – de forma parecida com os PCs atuais, em que o usuário pode fazer diversas combinações de CPUs, GPUs, HDs e mais.

Para ajudar a acelerar o processo, a gigante de buscas anunciou nesta quarta-feira, 9/4, um Module Developers Kit (Kit de Desenvolvedores de Módulos) para inspirar os desenvolvedores a aparecerem com um aparelho que seja capaz de se encaiaxar na sua visão.

O MDK descreve aparelhos de vários tamanhos do Ara que usam módulos de componentes quadrados e retangulares em tamanhos padrão. O kit vem com um barramento flexível de energia, rede baseada no protocolo MIPI UniPro, e um “endoesqueleto” que imita o design que já vimos em várias fotos teaser do Projeto Ara.

projetoaramdk01.jpg

Para quem não lembra, o Projeto Ara foi anunciado no final de 2013, e era inicialmente um projeto da Motorola. A empresa descrevia o Ara como uma plataforma de hardware aberta e gratuita que permitiria que outras empresas criassem componentes individuais de hardware que poderiam ser “ligados” ao telefone.

Não há muita menção à Motorola no site do Projeto Ara, mas seguindo as notícias da compra da Motorola pela Lenovo, é provável que o Google tenha tomado as rédeas do projeto.

O Google afirma que a equipe do projeto vai trabalhar nesses lançamentos alpha e beta do MDK, e está em busca de ideias de desenvolvedores para ajudar no processo. Além disso, será realizada uma conferência sobre o assunto na próxima semana em Mountain View, na Califórnia.