Sistema móvel MeeGo ganha 1ª versão de testes para desenvolvedores

IDG News Service
01/04/2010 - 15h01
Nascido da junção entre os projetos Moblin, da Intel, e Maemo, da Nokia, MeeGo ganha primeira versão de testes voltada a desenvolvedores.

Programadores já começaram a testar o MeeGo na quarta-feira, com a liberação de uma versão de testes (curiosamente a empresa não chamou de beta).

MeeGo é um sistema operacional Linux, resultado da união entre o Moblin, desenvolvido pela Intel, e do Maemo, sistema da Nokia. Ele foi projetado para ser usado em smartphones, notebooks e netbooks. Os primeiros aparelhos baseados no sistema operacional são esperados para esse ano.

Na quarta-feira (31/03), a Nokia e a Intel lançaram a infra-estrutura de distribuição MeeGo e da base do sistema operacional, incluindo o kernel.

"Este é o último passo na fusão completa do Maemo e Moblin e estamos contentes em compartilhar o código do sistema e assim promover o desenvolvimento contínuo dessa nova plataforma", escreveu Imad Sousou, diretor da Intel Open Source Technology Center, no blog do MeeGo.

O download desses componentes podem ser feitos no site do MeeGo. Há versões para dispositivos portáteis que possuem processadores com instruções x86, como netbooks e notebooks e também para dispositivos que usam processadores ARM, como o smartphone Nokia N900.

A primeira versão completa de MeeGo estará pronta em maio. Por agora, os desenvolvedores têm acesso à componentes do núcleo do sistema operacional, que pode ser iniciado por um computador, mas não inclui qualquer um dos componentes da interface gráfica planejada para a versão final direcionada a usuários.

Como resultado, os desenvolvedores que instalarem o sistema operacional terão apenas o modo de terminal, que permite apenas a digitação de comandos. Os componentes adicionais de MeeGo serão lançado nos próximos dias, disse Sousou.

(Sumner Lemon)