WiMAX lidera batalha pela tecnologia 4G

IDG News Service
03/03/2010 - 16h03
Tecnologia continua ganhando espaço; em contraste, LTE ainda é incipiente, afirma a ABI Research.

Depois da primeira inauguração das redes móveis 4G Long Term Evolution (LTE) em dezembro de 2009 pela operadora TeliaSonera, nas cidades de Estocolmo (Suécia) e Oslo (Noruega), mais lançamentos comerciais dessa tecnologia surgirão este ano. No entanto, a tecnologia WiMAX continua a ganhar mais espaço, destaca a empresa de pesquisas ABI Research.

A lista das empresas comprometidas com a tecnologia LTE inclui grandes operadoras como a Verizon Wireless, dos Estados Unidos, e a NTT DoCoMo, do Japão. Por enquanto, os serviços das companhias deverão limitar-se a serviços de dados, por causa de questões como padrões de voz, que ainda estão em desenvolvimento, e da compatibilidade dos aparelhos.

Mas, ao mesmo tempo que a LTE começa a entrar no mercado, o formato WiMAX continua ganhando espaço.

O analista da ABI Research, Bhavya Khanna, argumenta que “a LTE promete velocidades de dados maiores do que 50 Mbps, esse valor ainda não foi alcançado em testes da rede, enquanto o WiMAX já é um padrão testado”.

Algumas operadoras, incluindo a norte-americana Sprint, escolheram o WiMAX como base para a rede 4G. Segundo a ABI, existem 164 redes móveis WiMAX em operações de testes ou comerciais e apenas 100 redes LTE em fase de testes.

Além disso, o número de contratações de redes WiMAX registrados pela ABI Research foi 242, enquanto os de LTE chegaram a 38.

(Harrington Curve)