Google propõe criação de rede de banda larga de alta velocidade

Redação do IDG Now!
10/02/2010 - 16h45
Rede experimental de fibra óptica deve levar acesso rápido a 50 mil pessoas em pequenas localidades dos Estados Unidos, anuncia empresa.

O Google planeja criar uma rede experimental de ultra banda larga em algumas regiões dos Estados Unidos. A proposta anunciada no blog da empresa nesta quarta-feira (10/2), prevê a oferta de acesso à internet "100 vezes mais rápido do que a maioria dos norte-americanos possui hoje, a 1 Gigabit por segundo, por meio de conexões de fibra óptica ponto a ponto".

> O que esperar da rede de banda larga do Google?

A empresa de buscas disse estar iniciando um experimento próprio para incentivar a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês) a "buscar formas novas e criativas de implantar seu Plano Nacional de Banda Larga".

A rede experimental deve beneficiar 50 mil pessoas, inicialmente, chegando a 500 mil no futuro, informa a empresa. "Nosso objetivo é experimentar novas formas de tornar o acesso à internet melhor e mais rápido para todos", diz o Google.


Entre as os usos específicos da nova rede, o Google pretende incentivar a criação de aplicações de nova geração para redes de alta velocidade, bem como testar novas formas de construir redes de fibra ótica. Além disso, a empresa pretende operar uma rede "de acesso aberto", dando opção de escolhe de diferentes provedores pelos internautas. "Vamos administrar nossa rede de uma forma aberta, sem discriminação e transparente", disse o Google.

A iniciativa começa hoje com uma espécie de consulta pública para ajudar a identificar as comunidades interessadas em sua rede experimental e aguarda respostas de administrações públicas locais, bem como dos cidadãos pelo site www.google.com/appserve/fiberrfi .