HP muda de ideia e decide manter divisão de PCs

Redação do IDG Now!
27/10/2011 - 18h33
Empresa diz que fez avaliação do negócio e chegou à conclusão de que não compensa separar o setor de computadores pessoais.

A HP, agora comandada por Meg Whitman, anunciou no começo da noite desta quinta (27) que decidiu manter sua unidade de PCs (PSG), revertendo a decisão de separá-la do grupo, conforme noticiado há algumas semanas.

De acordo com comunicado da fabricante, "nossa avaliação revelou a profundidade da integração que ocorreu em operações-chave como cadeia de fornecimentos e IT. Também detalhou a contribuição da PSG para o portfólio de soluções da HP e para o valor da marca. Por fim, mostrou que o custo de recriar isso em uma companhia à parte supera os benefícios da separação".

Leia também: HP decide acabar com sua divisão de tablets e smartphones webOS

A fabricante diz acreditar que a divisão de PCs pode trazer um "crescimento lucrativo", além de "acelerar soluções de outras partes do negócio".

Segundo a empresa, a decisão "reafirma o modelo da HP e seu valor para consumidores e acionistas. A PSG é um componente-chave para nossa estratégia de entregar relações de alto valor ao mercado".

A divisão de PCs da HP é a maior do mundo, com faturamento de 40 bilhões de dólares no ano fiscal de 2010.