Maior fabricante de laptops do mundo registra recorde de vendas em junho

IDG News Service
08/07/2010 - 15h15
Com 4,8 milhões de portáteis entregues, taiwanesa Quanta supera desempenho de abril, mas esbarra na escassez de alguns componentes.

A Quanta Computer, maior fabricante de laptops do mundo em regime de terceirização, apresentou no último mês de junho um recorde de vendas, sinal que a demanda por PCs ainda continua grande, apesar dos temores sobre a crise na Europa.

A companhia de Taiwan, que conta com Sony, Dell e Hewlett-Packard entre seus clientes, atribuiu o feito a alguns fatores, incluindo a flexibilização na linha de produção e, principalmente, porque encomendas que, tradicionalmente, seriam realizadas no mês de julho foram antecipadas para o mês de junho.

"Em julho deverá haver uma redução no nivel de vendas, mas esperamos retornar ao padrão já no mês de agosto", disse um representante da empresa.

A companhia vendeu 4,8 milhões de laptops em junho e ganhou 3,1 bilhões de dólares em receitas. Seu recorde anterior, em um único mês, foi em abril, quando a Quanta vendeu 4,5 milhões de notebooks.

A Quanta também indicou que a falta de alguns componentes pode ter colaborado para diminuir o potencial total de vendas, que foi afetado pela falta de microprocessadores Arrandale, da Intel, para laptops,  como o Core i3 e Core i5. 

A Intel, maior fabricante de chips do mundo, já aumentou a produção de microprocessadores com o objetivo de acompanhar a demanda do mercado.

Os processadores Arrandale são projetados para laptops mais finos e são compostos por um pacote com dois chips, que inclui um núcleo de processamento feito com a utilização da tecnologia de produção de 32 nanômetros e um processador gráfico usando a tecnologia de 45 nm.

A escassez de componentes, desde telas de LCD até chips de memória DRAM, têm sido um problema para a indústria de PCs este ano.

(Dan Nystedt)