Microsoft distribui atualização a fabricantes para manter venda do Word

Computerworld/EUA
23/12/2009 - 12h02
Um dia após sua apelação ser recusada, Microsoft divulga a integradores pacote que remove tecnologia patenteada do Word 2007 e do Office 2007.

Um dia depois da Justiça recusar sua apelação, a Microsoft começou a distribuir para fabricantes de PCs um software que retira uma tecnologia proprietária do Word 2007 e do Office 2007.

O pacote de atualização deverá ser instalado pelas integradoras em computadores novos que saem de fábrica com algum dos dois softwares, alvos do processo original que motivou a punição à Microsoft, pré-instalado.

Ao invés de parar de vender os softwares, a Microsoft retirará do processador de textos Word a tecnologia, chamada "Custom XML", que motivou a ação.

O OEM Partner Center, site com informações e softwares para fabricantes e integradores, conta com uma notícia e um link para a atualização de 13 MB.

"A Microsoft divulgou uma atualização para o Office 2007 (outubro de 2009). O pacote é obrigatório para os Estados Unidos", afirma o comunicado.

"Após esta atualização ser instalada, o Word não lerá mais elementos 'Custom XML' em arquivos DOCX, DOCM ou XML. Os arquivos continuarão a abrir, mas qualquer elemento 'Custom XML' será removido", diz a notícia.

Na terça-feira (22/12), a Corte de Apelações do Circuito Federal recusou uma apelação da Microsoft e manteve o veredicto de agosto que impunha multa de 290 milhões de dólares e impedia a venda do Word nos EUA.

O prazo para que a proibição comece no mercado norte-americano é 11 de janeiro.

O processo foi movido pela desenvolvedora canadense i4i, que acusou a Microsoft que infringir patentes suas relativas a um programa programa para editar documentos com as extensões .XML, .DOCX ou .DOCM.

A Microsoft não é obrigada a modificar por atualização de software cópias do Word já compradas.