Vendas do G1 ajudam HTC a driblar a crise no 4º trimestre de 2008

IDG News Service/Taipé
06/02/2009 - 10h14
Taipé - Fabricante do primeiro celular com o sistema Android do Google lucra US$ 293,1 milhões e promete novidades no Mobile World Congress.

O lançamento do celular G1, primeiro smartphone com o sistema operacional Android, do Google, pela T-Mobile, ajudou a fabricante High Tech Computer (HTC) a driblar a crise econômica e chegar perto dos ganhos previstos para o quarto trimestre fiscal de 2008.

A fabricante taiwanesa registrou uma queda anual de apenas 1% em seu lucro de 9,86 bilhões do Novo Dólar de Taiwan (NT) - o equivalente a 293,1 milhões de dólares - e alta de 21% nas vendas do quarto trimestre, que somaram 47,4 bilhões de NTs, em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado se aproximou da receita prevista pela empresa de 48 bilhões de NTs, mas a HTC informa que o primeiro trimestre de 2009 será ainda mais difícil para os fabricantes de smartphones.

"A economia global se enfraqueceu rapidamente no quarto trimestre, resultado em baixa visibilidade nos negócios" disse a fabricante de smartphones como o HTC Touch e o HTC Dream, que tem observado a redução de pedidos de seus clientes.

A empresa aposta em lançamentos para se recuperar no segundo trimestre. Os usuários terão uma prévia do que a HTC planeja colocar no mercado durante o Mobile World Congress, que acontecerá de 16 a 19 de fevereiro em Barcelona, na Espanha.

O lançamento de um G2, segundo celular com Android, foi questionado por analistas durante uma conferência sobre os resultados da HTC, mas o Chief Finacial Officer (CFO), Cheng Hui-ming, não quis comentar o assunto.

No primeiro trimestre de 2009, a HTC espera alcançar uma receita de 33 bilhões de NTs, que deve representar uma ligeira alta em relação ao resultado do primeiro trimestre de 2008 (32,7 bilhões de NTs).


Dan Nystedt, editor do IDG News Service, de Taipé