Chrome anuncia expansão de bloqueio de anúncios para o mundo todo

Da Redação
10 de janeiro de 2019 - 14h00
Iniciada em fevereiro de 2018 na América do Norte e Europa, campanha agora vai chegar ao restante do globo a partir de 9 de julho.

O Google anunciou nesta semana que se prepara para ampliar de forma global nos próximos meses a política de bloqueio de anúncios do seu navegador Chrome, que é o mais usado no mundo. A campanha foi iniciada há quase um ano, em fevereiro de 2018, com foco na América do Norte e Europa, e agora será expandida para todos os países.

Segundo a gigante de buscas, a partir de 9 de julho o Chrome vai deixar de exibir anúncios em sites do mundo todo que “exibam repetidamente esses anúncios disruptivos”. 

Mais especificamente, o Chrome vai bloquear quatro tipos de anúncios no desktop, enquanto que oito tipos serão barrados no mobile: essas categorias foram identificadas pelo grupo Coalition for Better Ads (CBA) e seu painel de consumidores como as menos aceitáveis – veja imagem abaixo.

cbaanuncioschrome01.jpg

De acordo com o Google, os donos de sites em regiões fora da América do Norte e Europa devem considerar usar a partir de agora uma ferramenta chamada Ad Experience Report, que ajuda os publishers a entenderem se o Chrome encontrou experiências de publicidade que violam as suas diretrizes.

No post sobre a novidade, publicado no blog do Chromium, o Google destaca ainda que dois terços dos publishers da Europa e América do Norte que não estiveram de acordo com as diretrizes em algum momento, agora (em 1º de janeiro de 2019) já atendem aos padrões definidos. “O nosso objetivo final não é filtrar anúncios, mas construir uma web melhor para todos, em todos os lugares.”