Rússia pode multar Google por conta de resultados de buscas

Da Redação
27 de novembro de 2018 - 14h00
Governo russo acusa a empresa de não remover links de sites banidos no país dos resultados do seu buscador

 O governo russo acusou formalmente o Google nesta semana por não remover links dos seus resultados de busca que levam a sites banidos no país. As informações são da Reuters

Segundo a agência de notícias, o órgão regulador de comunicações da Rússia, o Roskomnadzor, afirma que a gigante de buscas descumpriu a lei por não se conectar com um banco de dados de fontes banidas, que o governo acredita que possuem informações ilegais. 

O órgão local aponta também que, por conta disso, a companhia de Mountain View poderá ser multada em cerca de 10 mil dólares caso seja declarada culpada no caso – uma decisão final deverá ser publicada em dezembro. 

Multas mais pesadas

Por fim, vale destacar ainda que a Reuters afirma que a Rússia também pode adotar medidas mais duras contra companhias de tecnologia no futuro em casos similares.

De acordo com a agência, que três pessoas com conhecimento do assunto como fontes, o governo russo estuda impor multas mais pesadas, que poderiam chegar a até 1% da receita anual da empresa no país.