Denúncias on-line contra xenofobia disparam durante Eleições 2018

Da Redação
10 de outubro de 2018 - 17h00
Segundo dados da Safernet, denúncias recebidas pela ONG cresceram mais de 4.000% período. Pico aconteceu após divulgação dos resultados no domingo, 7/10.

O número de denúncias on-line contra xenofobia no Brasil disparou durante o primeiro turno das Eleições 2018, que foi encerrado no último domingo, 7/10, segundo informações da Vice Motherboard. Conforme a reportagem, as denúncias sobre crimes de xenofobia recebidas pela ONG Safernet cresceram mais de 4.000% entre 16 de agosto, quando começou a campanha eleitoral no país, e 8 de outubro, após o 1º turno, em relação ao mesmo período do ano passado. 

Para efeito de comparação, de acordo com o levantamento da organização sem fins lucrativos, foram 5.544 denúncias contra xenofobia recebidas neste período em 2018 contra 130 denúncias na mesma época do ano passado. 

E esse aumento significativo nos números teve relação direta com o resultado da eleição presidencial, que teve o candidato do PT, Fernando Haddad, vencendo na maioria dos estados da região Nordeste. Isso porque, conforme a Vice, os picos de denúncias foram registrados pela ONG justamente após a divulgação dos resultados sobre a ida de Haddad ao segundo turno contra Jair Bolsonaro, do PSL. 

Conforme apontam publicações da Folha de S.Paulo e do O Povo, aconteceram diversas publicações preconceituosas contra nordestinos por conta do resultado das Eleições 2018 no domingo e na segunda-feira em redes sociais como Facebook e Twitter. 

Vale notar ainda que esses números de denúncias recebidas pela Safernet não incluem publicações feitas e compartilhadas pelo WhatsApp, apenas conteúdo da web, que tenha URL, e possa ser monitorado.