Google completa 20 anos; relembre principais momentos e curiosidades

Da Redação
27 de setembro de 2018 - 18h30
Da companhia que nasceu em uma garagem àquela que desenvolveu um sistema de AI capaz de derrotar campeões, Google cresceu e se capilarizou em duas décadas

O Google completou 20 anos nesta quinta-feira (27) e desde então a companhia vem de um longo caminho para entregar o tipo de tecnologia que hoje equipa nossos smartphones. Para celebrar as duas décadas, o Google revisitou sua história e lembrou os momentos mais marcantes, desde a fundação, passando pelo Android aos carros autônomos da Waymo e algumas outras curiosidades. Trazemos um resumo desta linha do tempo aqui:

1995 - 1997: Primeiros anos

Os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, se conheceram em Stanford, no verão de 1995. No ano seguinte, começaram a trabalhar juntos em um motor de busca chamado BackRub.

Larry e Sergey deram o novo nome de Google ao motor de busca BackRub, e registraram o domínio  Google.com no dia 15 de setembro de 1997. O nome é uma brincadeira com a palavra “googol”, um termo matemático para o número representado pelo numeral 1 seguido por 100 zeros.

1998 - Setembro, nasce o Google

1º de Agosto: O doodle nasceu quando Larry e Sergey mudaram o logo da empresa na página inicial para informar que eles iriam ao festival Burning Man. Desde então, já foram compartilhados 2.000 Doodles.

Em setembro, o Google montou um escritório na garagem da Susan Wojcicki na rua Santa Margarita, 232, em Menlo Park.

E por que o dia 27 de Setembro? "Por razões que ninguém sabe explicar, celebramos essa data como o aniversário oficial do Google", diz a companhia.

1999 - Google ultrapassa a garagem

Em 22 de agosto, o Google se muda para o seu primeiro escritório em Mountain View, na E. Bayshore, 2400. Hoje tem escritórios em 160 cidades, espalhados em cerca de 60 países ao redor do mundo e com mais de 80.000 funcionários.

Em 2000, com um bilhão de páginas indexadas, a companhia dá início ao seu caminho para um negócio global, com novos idiomas lançados. No mesmo ano, o buscador alcança um bilhão de páginas e o Google AdWords é lançado.

2001 marca o ano de Eric Schmidt como CEO e o Google passa a organizar as informações visuais com a busca por Imagens. Segundo o Google, a inspiração por trás do produto veio do Grammy Awards de 2000, quando Jennifer Lopez apareceu em seu famoso vestido verde que, na época, não podia ser mostrado na Busca. 

Os anos seguintes marcaram outros grandes lançamentos, incluindo aí o Google Trends, o Google Notícias e o Google AdSense.

2004 - GOOG estreia na NASDAQ e lança Gmail

No dia 1º de abril daquele ano, a companhia lançou aquele que se tornou um dos seus principais produtos o Gmail. Hoje, o serviço conta com mais de 1,4 bilhão de usuários. No dia 19 de agosto, o Google lançou seu IPO, oferecendo 19.605.052 ações a um preço de US$ 85 cada. No mesmo ano, o Google Maps e Google Earth foram ao ar. 

Em 2006, o Google adquire o YouTube, a plataforma de compartilhamento de vídeos criada por funcionários do PayPal, por US$ 1,65 bilhão. Google Agenda e Google Apps, agora conhecido como G Suite, também chegaram ao público no mesmo ano.

No ano de 2007, o Google torna a busca universal e volta seu foco para o então emergente mundo dos dispositivos móveis com o anúncio do Android. No ano seguinte, lançava o Chrome.

Em março de 2009, a companhia anunciou um fundo de capital de risco, o Google Ventures. Hoje, como empresa separada da Alphabet, a GV investiu em mais de 350 empresas em todo o mundo. 

2010 - 2015 - o início dos carros autônomos e um novo CEO

Em janeiro de 2010, o Google cria uma nova divisão para trabalhar em “moonshots”: tecnologias que soam como de ficção científica e visam tornar o mundo um lugar muito melhor. Os primeiros projetos incluem carros autônomos, o Google Glass e Google Brain. O Google X é agora uma empresa independente dentro da Alphabet.

No mesmo ano, a companhia lança seus primeiros Chromebooks e o Google Drive. Já 2013 foi o ano do hardware para o Google, que lançou o Chromecast e o Chromebook Pixel. 

Sundar Pichai, atual CEO do Google, assume o cargo em 2015, já sob o chapéu da Alphabet, empresa-mãe do Google de outras iniciativas como a Waymo, unidade de carros autônomos. 

2016 - Inteligência artificial para o consumidor final

Naquele ano, o Google lança o Assistente do Google e nossa primeira família de hardware feita pelo Google. A DeepMind, uma empresa separada da Alphabet, anuncia o AlphaGo, um sistema de inteligência artificial que é o primeiro computador a derrotar um jogador humano profissional no Go,- antigo jogo chinês que é muitas vezes mais complexo que o xadrez.

Em outubro, conhecemos o Pixel, o primeiro telefone fabricado pelo Google, por dentro e por fora, e também o primeiro modelo com o Google Assistente incorporado. Google Home, um dispositivo comandado por voz com tecnologia do Google Assistente que responde a perguntas e ajuda você a fazer suas coisas, também é lançado no mesmo ano. 

2018: Duas décadas depois

Neste ano, a companhia lançou seu serviço de pagamento unificado, o Google Pay. E em meio a tantas discussões sobre fake news e a crescente cobrança pelas companhias se posicionarem ativamente sobre o tema, o Google lança em março o Google News Initiative e um fundo de US$ 300 milhões ao longo de 2 anos e meio para cultivar colaborações e estabelecer bases para novos produtos, programas e parcerias para beneficiar todo o ecossistema de notícias e elevar o jornalismo. 

Nesta quinta-feira, o Google relembrou alguns desses momentos em um Doodle comemorativo.  Assista abaixo: