Governo lança campanha para combater fake news sobre vacinação

Da Redação
24 de setembro de 2018 - 11h00
Ação visa expor mentiras e boatos disseminados nas redes sociais sobre a vacinação e mostrar a importância da imunização

Para além das notícias falsas sobre política que circulam as redes sociais, há conteúdo duvidoso que coloca a saúde pública em risco. Para endereçar este problema, o Governo brasileiro iniciou uma nova campanha digital para combater boatos e mentiras a respeito das vacinas oferecidas na rede pública. A ação será publicada nas redes do governo com o objetivo de expor fake news e mostrar a importância da imunização.

Além de peças gráficas, foram produzidos vídeos que buscam sensibilizar as pessoas em relação à importância de checar as informações e não acreditar em boatos. Segundo o secretário de Comunicação Digital e Inovação da Presidência da República, Wesley Santos, a nova ofensiva contra as fake news vai escancarar as mentiras disseminadas sobre as vacinas e mostrar como é importante verificar as informações que passamos adiante. “Muita mentira está sendo divulgada, e quem não tem o hábito de checar acaba se tornando vítima dessa desinformação. Queremos mostrar que nem tudo que chega para as pessoas é verdade, especialmente quando falamos de saúde pública”, comenta.

A nova campanha traz exemplos de mentiras que circulam na internet – especialmente em aplicativos de mensagens – e propõe que o usuário reflita antes de compartilhar qualquer mensagem. Entre as fake news, destacam-se, por exemplo, informações de que as imunizações são desnecessárias. Para esclarecer os cidadãos, a notícia falsa é rasurada no vídeo e carimbada com a mensagem “Quem compartilha fake news compartilha absurdos como esse”.

Para checar outras notícias, cidadãos podem contar diretamente, desde o mês passado, com um canal de Whatsapp exclusivo, chamado “Saúde sem Fake News”. Nele, é possível consultar se determinadas informações que são repassadas em grupos são verdadeiras ou falsas pelo número (61) 99289-4640.