Compras on-line via smartphone crescem mais de 60% no Brasil

Da Redação
13/09/2018 - 13h53
Conforme estudo do PayPal e da Ipsos, volume de compras pelo dispositivo saltou de R$26 bilhões para R$41,8 bilhões entre 2016 e 2017.

 As compras on-line via smartphone no Brasil cresceram mais de 60% entre 2016 e 2017, subindo de 26 bilhões de reais para 41,8 bilhões de reais, conforme a quarta edição da pesquisa Perfil do Consumidor Online, feita em parceria entre o PayPal e a Ipsos.

Conforme o levantamento, que ouviu mais de 34 mil internautas em 31 países, o número total de compras on-line no país também aumentou (21%) neste período, quando saltou de 137,4 bilhões de reais para 166,2 bilhões de reais.

Em alta

A pesquisa também apurou que 76% dos internautas brasileiros compraram on-line (via app ou website) entre março de 2017 e de 2018 – em 2016, esse índice foi de 67%.

Deste total, 52% afirmaram ter adquirido produtos somente em sites brasileiros (na terceira edição da pesquisa, essa porcentagem era de 55%); 40% compraram tanto domesticamente quanto em sites de outros países (eram 37% em 2016); e 8% só compraram de sites estrangeiros (número que não mudou desde o último levantamento).

Gastos via smartphone caem

Além disso, o estudo aponta que, do total gasto on-line pelos consumidores brasileiros neste intervalo, 14% se deu via smartphones. Para efeito de comparação, esse percentual foi de 17% em 2016 e de 13% em 2015.

Previsão

Por fim, vale destacar ainda que a Ipsos estima que o mercado de comércio on-line crescerá 19% em 2018. Para os próximos anos, esse aumento deverá ser um pouco menor, segundo o levantamento, de 18% e 17%, respectivamente, em 2019 e 2020. Enquanto isso, as compras via smartphone deverão seguir por um caminho parecido, crescendo 36% em 2018, 35% em 2019 e 34% em 2020, conforme o estudo.