British Airways investiga roubo de dados de clientes após violação de cibersegurança

Da Redação
07 de setembro de 2018 - 11h00
Companhia afirmou que qualquer pessoa que fez reservas entre os dias 21 de agosto e 5 de setembro podem ter tido seus dados roubados

Clientes que reservaram voos no site ou aplicativo da companhia aérea britânica British Airways entre os dias 21 de agosto e 5 de setembro tiveram seus dados pessoais e financeiros comprometidos devido a uma violação de segurança cibernética. 

A própria companhia aérea, em post publicado em seu site, afirmou que qualquer pessoa que fez uma reserva nesse período pode ter tido suas informações roubadas. A British Airways informou que abriu uma investigação em caráter de urgência para esclarecer o ocorrido.

Entretanto, a empresa garante que nenhum passaporte ou detalhes de viagem foram roubados, mas recomendou que os afetados ligassem para seus bancos e redefinissem a senha da conta do site da British Airways. Além disso, notificou que está entrando em contato com os clientes afetados.

A empresa ainda não divulgou nenhum outro detalhe sobre a violação, mas provavelmente aprenderemos muito mais à medida que a investigação se desdobrar. 

"Lamentamos profundamente os problemas causados por ações criminosas", afirmou o diretor-geral da British Airways, Alex Cruz, em nota.

Por enquanto, a British Airways afirma que seu site está "trabalhando normalmente para que futuras reservas não sejam afetadas", de acordo com o post.