Como limitar o que o Google sabe sobre você, sem deixar de usar seus apps favoritos

Michael Simon, PC World (EUA)
23 de agosto de 2018 - 09h00
Aparelhos Android, mesmo quando ociosos, enviam dados ao Google em um ritmo alarmante; Saiba como tornar sua navegação mais privada

Um relatório recente da Digital Content Next revela algumas notícias preocupantes: os telefones Android, mesmo quando ociosos, enviam dados ao Google em um ritmo alarmante. Segundo o estudo, um smartphone Android "comunicou informações de localização ao Google 340 vezes durante um período de 24 horas", com o navegador Chrome apenas ativo em segundo plano. São 10 vezes mais dados do que os iPhones enviam.

Mas o rastreamento do Google pode ser evitado por usuários que se incomodam. Entenda algumas das principais ferramentas e como configurá-las:

Google Privacy Checkup

Ao entrar em Configurações, o usuário encontrará uma guia do Google ou uma guia "Contas" com uma opção do Google. Depois de encontrá-la, basta clicar na Conta do Google ou no endereço de e-mail para ser levado à página completa da sua conta.

Na parte superior, há uma caixa chamada Revisar suas configurações de privacidade, que leva ao guia de verificação de privacidade. É necessário ir em Primeiros passos para obter uma visão geral das configurações atuais. Por padrão, tudo estará ativado, mas há várias camadas que podem ser desativadas.

Atividade na Web e de apps

> O que é isso?

Esta é a configuração que está causando muitos problemas ao Google. Independente do Histórico de Localização, a Atividade na Web e de apps salva suas pesquisas, lugares e outras atividades do Google na conta. Isso inclui pesquisas no navegador e no Google app, além de dados de localização nas consultas do Google Maps e do Assistente.

> Como desligar?

Basta tocar no botão Ativado e mudar o botão azul para cinza na próxima página. Em seguida, tocar em Pausar.

> Como isso afeta o telefone?

A experiência geral do Google não será tão diferente, mas as coisas pesquisadas podem levar mais tempo para serem encontradas. O Google usa os dados da atividade na Web para saber o que e onde o usuário pesquisa para preencher automaticamente as pesquisas, personalizar o que vê e, em geral, fornecer resultados mais inteligentes.

> É possível apenas limitar a ferramenta?

Abaixo da alternância, há uma caixa de seleção que pergunta se a pessoa deseja "incluir o histórico e a atividade do Chrome a partir de sites, aplicativos e dispositivos que usam os serviços do Google". Ao desativar isso, limitará o rastreamento a apenas aplicativos e sites de propriedade do Google.

> Como acabar com dados antigos?

Há um botão chamado Gerenciar atividade que mostra uma lista contínua do uso do aplicativo e pesquisas. É incrivelmente abrangente, mas fácil de navegar, com um simples detalhamento por aplicativo, hora, data e tópicos. Se a pessoa quiser se livrar de qualquer um deles, pode excluir um item específico ou um dia inteiro de pesquisas tocando no botão de menu de três pontos à direita de cada guia e selecionando Excluir.

Histórico de localização

> O que é isso?

Como o próprio nome sugere, o Histórico de Localização é uma linha do tempo dos lugares em que o usuário esteve. Ele usa o GPS, o Wi-Fi e as redes móveis do telefone para criar um mapa de onde a pessoa está. É o que é usado pelo Google app, Google Maps e outros aplicativos para oferecer pesquisas e rotas aprimoradas e ajudar a fornecer melhores resultados de pesquisa e recomendações.

> Como desligar?

Basta clicar no botão Ativado à direita de "Histórico de Localização" e depois em Gerenciar configuração na próxima tela. Lá, há uma lista de todos os dispositivos que possui e compartilha a localização do usuário. É possível optar por desativá-lo para dispositivos específicos ou usar o interruptor na parte superior.

> É possível apenas limitar a ferramenta?

Não. A ferramenta é ativada ou não.

> Como isso afeta o telefone?

Mesmo que o Google não esteja salvando o histórico de localização, o usuário ainda poderá obter orientações e recomendações. Desativar o Histórico de Localização significa apenas que os resultados serão mais genéricos e que a localização não será salva no Google Maps. A pessoa também não receberá recomendações no Google Maps ou notificações gerais com base nos lugares em que esteve. No entanto, se não desativou a Atividade na Web e de apps, os lugares aonde vai ainda podem ser salvos, mas não com a mesma regularidade com que o Histórico de Localização está ativado.

> Como acabar com dados antigos?

Dentro da página Histórico de Localização, é preciso clicar no botão Gerenciar Atividade, para chegar à Timeline no Google Maps. Ao desativar o Histórico de Localização, todos os lugares visitados recentemente já terão sido eliminados. Se ele estiver ativado, a pessoa poderá excluir os dados de um dia inteiro de atividades tocando no menu de três pontos no canto superior direito.

Informação de dispositivo

> O que é isso?

A configuração Informações do dispositivo no painel Privacidade está especificamente relacionada ao telefone ou ao computador usado. Além das pesquisas, o Google também pode acessar e salvar contatos, calendários, mídia e informações do aplicativo.

> Como desligar?

É preciso tocar no botão Ligado e inverter a chave. Em seguida, clicar em Pausar.

> É possível apenas limitar a ferramenta?

Como o Histórico de Localização, esta opção é ativada ou desativada.

> Como isso afeta o telefone?

As informações do dispositivo são projetadas para oferecer velocidade e conveniência ao pesquisar pessoas usando o widget ou aplicativo do Google ou consultando o Google Assistente. Isso significa que, desativado, o Assistente não será mais útil.

> Como acabar com dados antigos?

Basta clicar no botão Gerenciar atividade dentro das configurações de Informações do dispositivo para ver uma lista de atualizações atualizadas. Não há dados pessoais aqui, apenas uma lista de quando algo foi alterado e é possível excluir entradas individuais ou todos os dados salvos tocando no botão de menu à direita.

Atividade de voz e áudio

> O que é isso?

Essa configuração é principalmente para o Google Assistente. Ele permite que o Google grave a voz ao tocar no botão do microfone ou convocar o Google Assistente para "ajudar você a obter melhores resultados usando sua voz", reconhecer a palavra "Ei Google" e treinar o Voice Match.

> Como desligar?

Basta tocar no botão Gerenciar atividade de voz e áudio e depois em Alterar configurações. Em seguida, desativá-lo.

> É possível apenas limitar a ferramenta?

O usuário só pode ativar ou desativar a Atividade de voz e áudio, mas pode limitar o que o Google pode ouvir desativando o Assistente do Google em qualquer dispositivo. Para fazer isso, é preciso clicar no ícone da bússola no canto direito da janela do Assistente, selecionar Configurações no menu de três pontos e, finalmente, Telefone em Dispositivos.

> Como isso afeta o telefone?

A pessoa não poderá usar o Google Assistente usando "Ei Google" e o Google não poderá fazer ajustes em como o reconhecimento de voz entende o padrão de fala e cadência.

> Como acabar com dados antigos?

Se tocar no botão Gerenciar atividade, o usuário verá uma lista de tudo que o Google registrou. É possível, inclusive, ouvir pequenos arquivos de áudio e quanto tempo foi gravado. Tal como a sua atividade na Web e na aplicação, os arquivos podem ser eliminados ao tocar nos menus de três pontos junto ao dia ou atividade específica.

O que mais eu posso fazer?

Dentro da Verificação de privacidade, há a opção de pesquisa do YouTube e histórico de exibição, que também pode ser desativada. Mas quem é um usuário ativo do YouTube, essas opções dificultam a localização de vídeos assistidos recentemente e a obtenção de recomendações personalizadas.

Também é possível limitar a capacidade do Google de acompanhar o histórico do Chrome ativando o modo de navegação anônima. Em vez de tocar em Nova guia, basta selecionar Nova guia anônima.