Elon Musk diz que pode retirar ações da Tesla da bolsa de valores

Da Redação
07/08/2018 - 18h25
Anúncio já repercutiu no mercado; Ações da montadora dispararam e chegaram a ser negociadas com alta superior a 7%

O CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou na tarde desta terça-feira (7) em sua conta no Twitter que pensa em tirar as ações da montadora do mercado. 

"Estou pensando em fechar o capital da Tesla a US$ 420. Financiamento garantido", escreveu. A possibilidade já repercutiu, com as ações da empresa tendo disparado na bolsa de Nova York após a publicação do tuíte, sendo negociadas com alta superior a 7%. Por volta das 16h (horário de Brasília), cada papel da Tesla chegou a ser negociado a cerca de US$ 367.

Em um e-mail direcionado a funcionários da Tesla, o empresário disse que o post em questão era sério e não apenas uma piada. "A razão para fazer isso é sobre criar o ambiente para a Tesla fazer o seu melhor", escreveu o executivo.

Musk ainda disse que espera que os atuais investidores continuem com a Tesla mesmo que ela saia da bolsa. E que os atuais acionistas poderiam vender as ações a US$ 420 ou mantê-las.

Até esta terça, a companhia tinha um valor de mercado de US$ 58 bilhões com base no valor da ação no fechamento de segunda-feira. Musk detém cerca de 20% da montadora.

O empresário não falou em uma data para a possível mudança.