Anitta ganha série documental com produção original da Netflix

Da Redação
12 de julho de 2018 - 16h30
Segundo plataforma de streaming, 'Vai Anitta' estreia ainda neste ano e dará aos fãs uma chance de ver de perto os bastidores da agitada rotina da cantora

A cantora Anitta estrelará uma nova série documental para a Netflix. A companhia anunciou a novidade nesta quinta-feira (12) e informou que "Vai Anitta" estreia ainda em 2018. A produção é assinada pela Shots Studios, de Los Angeles.

Segundo a Netflix, as câmeras terão acesso irrestrito e sem censura aos bastidores da agitada rotina da cantora: dos shows no Brasil às viagens pelo mundo, passando pela interação com os fãs nas redes sociais e sua vida pessoal. A produção dará uma chance aos fãs de ver a artista em momentos íntimos e entender como a cantora constrói e gerencia sua própria carreira.

Com mais de 29,4 milhões de seguidores no Instagram, dois bilhões de visualizações no YouTube e uma carreira internacional em ascensão, Anitta se tornou uma das maiores figuras do pop brasileiro atual.  


Produções originais avançam

A Netflix tem avançado com seus planos de aumentar seu portfólio de conteúdo original e o Brasil parece ter ganhado devida atenção do serviço de streaming. A companhia norte-americana anunciou neste ano outras produções e parcerias com produtoras e artistas brasileiros. Em junho, revelou uma nova série original a ser criada e dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanhaconfirmou a segunda temporada da série "O Mecanismo", estrelada por Selton Mello e na última semana estreou a primeira comédia brasileira com selo Netflix: Samantha! 

Em março deste ano, anunciou a criação da série "Sintonia", idealizada e dirigida pelo empresário Konrad Cunha Dantas, mais conhecido como KondZilla. A produção chegará ao catálogo apenas em 2019 e terá oito episódios. Segundo comunicado da Netflix, a obra será narrada sob a perspectiva de três personagens diferentes, explorando a interconexão da música, tráfico de drogas e religião em São Paulo. 

KondZilla ficou conhecido por lançar alguns dos nomes mais importantes da cena atual do funk brasileiro. Atualmente, é dono do maior canal do YouTube no Brasil, com 29 milhões de seguidores.