Justiça: Google pode manter buscas que ligam senador a helicóptero com cocaína

Da Redação
02/07/2018 - 17h30
6ª Vara Cível de Brasília negou pedido de Zezé Perrella para que buscador deixasse de mostrar links associando seu nome com notícias sobre caso de 2013.

A 6ª Vara Cível de Brasília decidiu na última semana que o Google pode manter as buscas que vinculem o nome do senador Zezé Perrella (MDB-MG) aos termos “helicoca”, “helicóptero” e “cocaína” na sua ferramenta de buscas e no YouTube. As informações são do site especializado ConJur.

O político mineiro havia entrado com um pedido na justiça solicitando que a ferramenta de busca do Google deixasse de mostrar nos resultados das pesquisas os links para notícias e vídeos que vinculassem o seu nome às palavras citadas acima. O caso remonta a um episódio de 2013, quando a Polícia Federal apreendeu um helicóptero de propriedade da família de Perrella com cerca de 450kg de cocaína.

Em sua decisão sobre o caso envolvendo o Google, o juiz Pedro Matos de Arruda destacou, entre outras coisas, o fato de o helicóptero pertencer à família do senador.

Matos também chama a atenção para a liberdade de imprensa como fator determinante para permitir que a ferramenta de buscas da empresa de Mountain View continue exibindo os links de notícias sobre o caso que citem Perrella. 

“É um direito da imprensa livre tornar público tema avaliado como de interesse geral, assumindo as responsabilidades pela avaliação realizada e pela decisão de veicular a notícia, o que depende, como evidente, do atendimento de necessários pressupostos ditados como básicos ao exercício ético da profissão”, afirmou o juiz no documento – confira aqui a íntegra da decisão publicada pelo ConJur.

> Acompanhe o IDG Now! também nas redes sociais. Estamos no FacebookTwitter Instagram