Instagram anuncia IGTV, app de vídeos que deve bater de frente com o YouTube

Da Redação
20/06/2018 - 16h56
Rede social também ganhará recurso para exibir vídeos de até 60 minutos; App chega a Play Store e App Store nessa quinta-feira

O Instagram quer agora concorrer com o YouTube pela sua atenção. A companhia anunciou nesta quarta-feira (20), em evento realizado em São Francisco, EUA, um novo aplicativo com foco em vídeos de longa duração. Batizado de IGTV, trata-se de um app independente e também se refletirá em uma nova seção dentro do aplicativo principal.

O app já estará disponível para baixar em aparelhos Android e iOS já nessa quinta-feira (21) por meio das lojas de aplicativos. Ao abrir a aplicação no celular, você automaticamente irá ver vídeos das pessoas que segue, além de recomendações personalizadas. Para o recurso, a novidade estreará em breve e virá na forma do guia "Explorar".  

A ideia é que o IGTV seja mais uma plataforma para criadores (ou influencers) publicarem conteúdo e, consequentemente, atingir e atrair novas audiências. No fim do dia, com mais um canal, o Instagram também reserva para si uma nova forma para engajar com marcas e usuários e, consequentemente, gerar oportunidades de ampliar sua receita - apesar da companhia informar que, neste momento, não monetizará o IGTV, mas também não descarta a inclusão de publicidade.

Até então, a publicação de vídeos na rede social tem um limite de 1 minuto, enquanto o Stories permite clipes de 15 segundos. Com o IGTV, essa barra aumenta para 60 minutos. 

Os vídeos poderão ainda ser publicados em 4K, mas deverão ser compartilhados na orientação vertical, que é a forma mais natural das pessoas segurarem seus telefones. Durante o evento, o CEO do Instagram Kevin Systrom, resumiu o conceito por trás do novo app: “O IGTV é para que você possa assistir longos vídeos feitos pelos seus criadores favoritos”.

Mike Krieger, um dos cofundadores do Instagram, afastou a ideia de que o IGTV se tornará uma plataforma de streaming, com a ambição do Netflix, por exemplo, criando ou comprando produções originais. "O IGTV é conteúdo de usuário e não pago".