Como serão as férias na Estação Espacial Internacional (ISS)?

Da Redação
14 de junho de 2018 - 14h25
Com “apenas” U$ 55 milhões você pode pagar para ver uma vista de tirar o fôlego

Cansado das suas viagens normais? Entediado com seu cruzeiro ao redor do mundo no navio Queen Elizabeth? Bom, ânimo, porque finalmente surgiu uma maneira de fugir de tudo isso.

A Axiom Space, que se considera a primeira estação espacial, disse, na última semana que irá oferecer férias de uma semana a dez dias na Estação Espacial Internacional já em 2020, de acordo com o jornal The New York Times. Com um preço de U$ 55 milhões por pessoa (pouco mais de R$ 204 milhões de reais), o valor é igualmente fora desse mundo. A empresa planeja lançar seus pods de habitação conectados à Estação Espacial em 2022.

Desde que o primeiro turista espacial, Dennis Tito, foi levado ao espaço em uma nave Russa em 2001, a viagem pelo espaço tem sido um tópico muito em pauta entre nós. Várias companhias vêm oferecendo pacotes turísticos para a órbita terrestre baixa por milhões de dólares. Incluído entre essas está o hotel espacial de luxo do Orion’s Span Aurora Station, previsto para abrir as portas em 2022. Além disso, a Virgin Galactic, de Richard Branson, pretende ser a primeira companhia a fornecer voos espaciais suborbitais para turistas espaciais. Especula se que o preço vai ser por volta de U$ 250,000 por passageiro.

A Axiom, liderada por Michael Suffredini, antigo responsável pelo programa da Estação Espacial Internacional, ainda não providenciou os detalhes específicos, mas é provável que eles dependam de empresas como a SpaceX e a Boeing para levar os passageiros além da estratosfera. O projeto da estação inclui alojamento para a tripulação, uma área de jantar e uma galeria. A companhia também dará aos turistas um treinamento de 15 semanas antes da viagem. A Axiom não respondeu o contato da Cnet para comentar.

E como a ISS está prevista para ser “aposentada” em 2024, a Axiom planeja separar suas acomodações das da Estação Espacial Internacional e formar a sua própria estação, de acordo com o site da empresa. A Axiom diz também que vai acolher, também, pesquisadores e empreendedores que desejam construir instalações de fábricas diretamente no espaço.