Spotify busca acordos diretamente com artistas, diz Billboard

Da Redação
12 de junho de 2018 - 16h30
Segundo a publicação, plataforma de streaming estaria oferecendo "centenas de milhares de dólares" em adiantamentos para músicos.

O Spotify pode começar a concorrer de forma mais direta com as gravadoras. Isso porque o serviço de streaming de música estaria fechando acordos de licenciamento diretamente com os artistas, de acordo com a Billboard.

Segundo a reportagem em questão, o Spotify estaria desembolsando “centenas de milhares de dólares” em adiantamento aos cantores e bandas para licenciar determinadas coleções de músicas – não especificadas 

Ao cortar o intermediário, que no caso são as gravadoras, o Spotify poderia economizar dinheiro, já que pagaria taxas de royalties apenas para os artistas, que, por sua vez, também se beneficiariam da iniciativa, ao ganharem uma porcentagem maior por cada stream.

Spotify Records?

No entanto, como aponta a Billboard, isso não significa que o Spotify está se tornando uma gravadora ou algo do tipo, uma vez que a empresa “não está comprando os direitos autorais que formam o núcleo dos negócios das gravadoras”. 

De acordo com fontes ouvidas pela Billboard, os acordos propostos pelo Spotify não exigem que os artistas forneçam conteúdo exclusivo ou a propriedade das músicas para a plataforma.

Procurado pela reportagem do Recode, um porta-voz do Spotify não quis comentar as informações publicadas pela Billboard.