Steve Wozniak diz que deletará conta no Facebook por preocupações com privacidade

Da Redação
09/04/2018 - 17h11
Cofundador da Apple diz que ficou surpreso com o número de anunciantes integrados à plataforma e que rede social trouxe mais aspectos negativos do que positivos

O Facebook sofreu uma nova baixa de sua base célebre de usuários. O cofundador da Apple, Steve Wozniak, anunciou que deixará a rede social após o escândalo envolvendo o uso indevido de dados de 87 milhões de usuários do Facebook pela consultoria Cambridge Analytica. Woz publicou em sua conta pessoal que ele está "no processo" de deixar a rede e detalhou seus porquês a USA Today.

"Eu fiquei surpreso em ver quantas categorias de anúncios e quantos anunciantes eu tive de me livrar, um por um", disse ele à publicação. "Eu não sinto que isso é o que as pessoas querem deles. Anúncios e spam são coisas ruins nesses dias e não há nenhum controle sobre eles. Ou transparência", completou.

Wozniak agora entra para lista de nomes importantes do setor da tecnologia que se posicionaram contra o Facebook desde que estourou a notícia do vazamento de dados de seus usuários para influenciar opiniões políticas. Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX, deletou o perfil das duas companhias no Facebook.  

A sua rede de amigos no Facebook, Wozniak disse que a rede social trouxe mais aspectos negativos do que positivos e disse que ele se manteve na plataforma apenas para prevenir de que outra pessoa assumisse o nome "stevewoz".