Steve Wozniak revela que já teve bitcoins roubados

Da Redação
28/02/2018 - 09h41
Mesmo assim, cofundador da Apple se mantém grande defensor das criptomoedas: 'é matemática pura e não pode ser manipulada pelos governos'

Nem Steve Wozniak está imune aos desencantos da natureza do bitcoin. Durante o Global Business Summit, realizado na Índia, o cofundador da Apple disse que já teve 7 bitcoins roubados de sua carteira.

Segundo ele, alguém teria comprado suas moedas e pago o valor correspondente com cartão de crédito, mas depois cancelou o pagamento. "Isso foi fácil. E era de um cartão de crédito roubado, então eu nunca vou ver isso de novo", disse Wozniak.

Ele não disse quanto tinha pago na cotação do bitcoin quando havia comprado ou vendido, mas na cotação atual, cada bitcoin vale US$ 10.514.  

Apesar disso, Wozniak se mantém grande defensor das criptomoedas. Para ele, o bitcoin é matemática pura. "Não é manipulada por governos, não pode ser alterada", disse.

Mas Wozniak acabou revelando que vendeu quase todos os seus bitcoins, isso após se cansar de olhar a variação de preço todos os dias. 

Em dezembro do ano passado, o bitcoin bateu seu recorde de negociação, atingindo o valor de US$ 20 mil. A coisa mudou quando, em janeiro deste ano, o valor da moeda despencou, chegando aos US$ 8 mil - representando uma amarga queda de mais de 50% em seu valor.

> Leia mais

Ainda é possível ficar rico com Bitcoin?

Hackers se aproveitam da popularidade das criptomoedas para roubar dados

Bitcoin: como e onde você pode comprar com a criptomoeda