Aplicativo de mídia gratuito VLC ganha suporte para Google Chromecast

PC World / EUA
09/02/2018 - 15h01
Após três anos de desenvolvimento, update VLC 3.0 chega com novidades que também incluem suporte para vídeos em 360 graus e áudio 3D e interface renovada.

O ótimo player de mídia VLC está prestes a ficar ainda melhor. Após três anos de desenvolvimento, o VLC 3.0 ‘Ventari’ está sendo lançado para todas as plataformas, e está cheio de novidades interessantes, como suporte para Chromecast. A nova versão está disponível na página da Videolan.org dedicada ao VLC 3.0 e também está chegando às lojas de aplicativos. 

A mais recente versão do VLC traz muitas adições bem-vindas, assim como uma interface de usuário refinada. O suporte para o set-top box Google Chromecast está no topo da lista. Por enquanto, a funcionalidade está disponível apenas para PCs Windows e aparelhos Android, mas a Videolan diz que o recurso chegará ao iOS e a aplicativos da Windows Store no futuro. 

A VideoLAN desenvolveu o suporte do VLC para Chromecast como uma saída para todos os formatos de mídia que não são suportados nativamente pelo aparelho do Google. O VLC pode "recodificar" os vídeos em tempo real para que eles funcionem com o Chromecast, incluindo DVDs a partir da sua máquina Windows.

O VCL no Windows lida com o Chromecast de uma forma um pouco diferente do que a maioria dos outros apps. Em vez de um ícone do Chromecast em que você toca ou clica, é preciso navegar para Playback > Renderer > Nome do aparelho de Chromecast, dentro dos menus do VLC, para então transmitir o seu arquivo de vídeo. 

A interface de usuário renovada no VLC 3.0 não é um visual novo e fresco em relação às edições anteriores, mas é notavelmente diferente. Os ícones na parte inferior da janela estão mais limpos, e os ícones pequenos usados dentro dos itens de menu também são novos. 

A versão 3.0 do software também adiciona suporte para vídeos em 360 graus e áudio 3D, deixando prontos os recursos para uma versão de Realidade Virtual (VR) do VLC, com lançamento previsto para acontecer em abril. 

O novo VLC também adiciona decodificação de hardware por todas as plataformas para melhor desempenho e um menor consumo de recursos da CPU, especialmente ao lidar com vídeos que exigem um uso mais intenso desses recursos. 

Suporte 

Fiel às raízes, o VLC 3.0 oferece suporte para uma grande variedade de plataformas, incluindo Windows XP e versões mais recentes, macOS 10.7 e versões mais recentes, Android 2.3 e versões mais recentes, Chromebooks com acesso à Play Store; Apple TV e Linux.

No entanto, todas as boas coisas chegam ao fim, e essa será a última versão do VLC para algumas plataformas. A partir do VLC 4.0, o player encerrar o suporte para as seguintes versões de sistemas: Windows XP e Vista, macOS 10.7 e 10.8, e Android 2.x e 3.x.