Golpe disseminado pelo WhatsApp promete vagas de emprego na Cacau Show

Da Redação
24 de janeiro de 2018 - 15h11
Empresa de segurança PSafe identificou novo ataque que atingiu mais de 1 milhão de pessoas. Armadilha retém informações pessoais das vítimas

A alta taxa de desemprego no Brasil é novamente isca para hackers praticarem crimes cibernéticos. Dessa vez, um golpe que promete aos usuários de internet participação em falsos processos seletivos da lojas de chocolates Cacau Show. O salário para as supostas vagas são de até R$1.502 e, segundo o DFNDR Lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime, mais de 1 milhão de pessoas foram impedidas pelo aplicativo de segurança digital DFNDR Security de terem seus aparelhos infectados por esse golpe apenas nas últimas 24 horas.

Ao clicar no link da armadilha, que é disseminada via WhatsApp, é solicitado que o usuário preencha campos com informações pessoais como: nome, e-mail, cidade em que reside, se é maior de 18 anos e a vaga para a qual gostaria de se candidatar.

Dentre as opções de cargos estão vendedor, auxiliar de limpeza, ajudantes de produção, embalador, auxiliar administrativo e jovem aprendiz. Após preenchimento, a vítima é encaminhada para uma nova página que induz o compartilhamento com cinco amigos ou cinco grupos no aplicativo de mensagens para que a empresa consiga preencher todas as vagas disponíveis. 

Emilio Simoni, diretor do DFNDR Lab, comenta que, acreditando que está se candidatando para uma oportunidade que poderá realocá-la no mercado de trabalho e ainda ajudar pessoas conhecidas que estão na mesma situação, a vítima acaba concedendo suas informações pessoais e compartilhando o golpe com seus contatos, o que que gera uma rápida disseminação da ameaça e coloca em risco os dados de milhares de usuários.