EUA culpam Coreia do Norte por mega ataque de ransomware WannaCry

Da Redação
19 de dezembro de 2017 - 16h18
Em comunicado, governo Trump diz ter evidências sobre participação direta do país asiático no ataque afetou milhares de máquinas pelo mundo em maio de 2017.

O governo dos EUA afirmou nesta segunda-feira, 18/12, que a Coreia do Norte está por trás do mega ataque de ransomware WannaCry que afetou milhares de computadores em mais de 150 países pelo mundo em maio deste ano.

Em um comunicado publicado no The Wall Street Journal, o conselheiro de segurança interna da administração Trump, Thomas P. Bossert, afirma que a acusação é feita com base em evidencias e diz que o país não está sozinho nessa descoberta.

“O ataque WannaCry foi amplo e custou bilhões de dólares, e a Coreia do Norte é diretamente responsável. Não fazemos essa acusação de maneira inconsequente. Ela é baseada em evidencias. E também não estamos sozinhos nessa descoberta.”

As acusações foram ecoadas pelo Ministério do Exterior do Reino Unido, que afirmou que “a decisão de atribuir publicamente esse incidente (ao país asiático) envia uma mensagem clara de que o Reino Unido e seus aliados não irão tolerar ciberatividade maliciosa”.

No entanto, Bossert admitiu que os EUA não podem fazer muitas coisas em resposta ao ataque contra a Coreia do Norte, que já enfrenta muitas sanções comerciais. “Vamos responsabilizá-los e vamos falar sobre isso e vamos envergonhá-los por isso”, afirmou o conselheiro de segurança do governo norte-americano.