Google Chrome vai bloquear redirecionamentos indesejados

Da Redação
09 de novembro de 2017 - 13h42
Gigante de buscas anunciou nesta semana pacote de novidades para proteger os usuários contra conteúdos indesejados na web.

O Google anunciou nesta semana uma série de novos recursos do Chrome para proteger os usuários contra conteúdos indesejados na Internet.

O pacote de novidades da gigante de buscas será lançado aos poucos nas próximas versões do seu navegador no início de 2018 e inclui principalmente o combate a tentativas de tirar proveitos dos usuários por meio de redirecionamentos a páginas não confiáveis. 

Por isso, a partir do lançamento do Chrome 64, atualmente no estágio pré-beta Canary, os redirecionamentos feitos por anúncios de terceiros serão barrados. Assim, em vez de o usuário ser redirecionado diretamente, ele continuará na página que estava e verá uma barra com informações – a não ser que já tenha interagido com aquele conteúdo antes.

A outra mudança anunciada pelo Google será liberada com o Chrome 65, que irá barrar um tipo de redirecionamento em que, após clicar em um site desejado, o usuário é levado para uma nova aba diferente e indesejada - segundo o Google, essa é uma violação do bloqueador de pop-ups do Chrome. Assim como no caso anterior, o browser irá bloquear o redirecionamento e mostrar uma barra de informação ao usuário, que conseguirá chegar ao destino desejado.

Ferramenta para donos de site

Além dessas novidades para melhorar a experiência dos usuários, o Google também lançou nesta semana o chamado Relatóriod e Experiência Abusivas com o objetivo de “ajudar os donos de sites a se prepararem para essa mudança”.

Com os relatórios, os administradores de páginas poderão verificar se qualquer uma das experiências abusivas citadas acima foram encontradas em seus sites. Caso elas não sejam resolvidas em 30 dias, o Chrome irá ativar a prevenção de novas abas e janelas para aquele site.