Robô Pepper agora é usado para conduzir funerais no Japão

Da Redação
25/08/2017 - 10h47
Empresa Nissei Eco diz que novas habilidades do robô visam atender a uma população em crescente envelhecimento no Japão

O simpático robô Pepper, da Softbank, já conseguiu agregar ao seu currículo uma série de funções que vão desde garçom, vendedor de lojas a assistente de idosos. Agora, o robozinho acrescenta a sua lista de carreiras a de sacerdote budista. Sua tarefa? Conduzir funerais no Japão. Sim, a automação parece ter chegado até mesmo a chamada indústria de fim de vida, pois nada como um assistente robótico conduzindo o velório de um ente querido, não? 

Segundo informações da Reuters, o Pepper consegue recitar mantras em sua voz computadorizada enquanto toca um tambor. Suas novas habilidades foram demonstradas no evento "Life Ending Industry Expo", em Tóquio.

A ideia por trás desta história é da Nissei Eco, que escreveu o software para os cânticos budistas do Pepper. A Reuters, a companhia disse que por conta do envelhecimento da população no Japão, monges budistas não estavam conseguindo atender a demanda crescente de funerais. Assim, o Pepper poderia entrar em cena para conduzir as cerimônias na falta de alguém de carne e osso preparado para tal.

Ao mesmo tempo, usar um robô pode ser uma alternativa mais barata do que contratar um monge budista, caso você queira economizar nesse tipo de coisa. No caso, são US$ 350 para contratar o Pepper contra US$ 2.200 de um sacerdote humano, segundo a Reuters. 

O serviço robótico, disse a empresa, mira clientes com mentes abertas a ideias seculares e a rituais que fujam da tradição. Mas bem, por enquanto, o Pepper não foi contratado para nenhum funeral.