Facebook lança secretamente app na China sob o nome de Colorful Ballons

Da Redação
14/08/2017 - 13h37
Segundo New York Times, companhia criou app para barrar censura do governo chinês. Nova ferramenta seria idêntica ao Facebook Moments

O Facebook parece ter encontrado um novo caminho para entrar na China. Segundo informações do New York Times, a rede social de Mark Zuckerberg lançou, secretamente, um aplicativo sob um diferente nome: o Colorful Balloons.

O app tem aparência idêntica ao Facebook Moments, uma espécie de diário digital de compartilhamento de fotos e vídeos curtos. O NYT reporta que o Ballons foi lançado em maio para ajudar o Facebook a entrar em um mercado que o baniu desde 2009. O jornal cita uma fonte anônima familiar ao tema.

A nova ferramenta foi lançada por uma empresa chinesa independente, a Youge Internet Technology, e sem nenhuma indicação de que é afiliada à companhia americana. O New York Times ressalta que o lançamento anônimo e sigiloso de um app na China por uma gigante estrangeira de tecnologia é inédito.

A rede social é uma gigante sem precedentes no mundo todo. Conta com 2 bilhões de usuários ativos. E não é à toa que há tempos a companhia mira no mercado chinês para expandir esse número. São mais de 700 milhões de internautas na China, que usam atualmente redes sociais locais, incluindo o popular WeChat. E o próprio Zuckerberg tem demonstrado esforços, incluindo aprender e falar Mandarim em público, para se aproximar de autoridades chinesas. 

A companhia já havia dito que seu objetivo de conectar o mundo não seria possível sem o país mais populoso do mundo. No entanto, a censura chinesa não fez do Facebook uma exceção e excluiu sua presença, juntamente com o Instagram, que ela controla, em 2014. Já o WhatsApp foi parcialmente bloqueado em julho. 

Com o Colorful Baloons, o Facebook ganha uma janela para entender o comportamento dos chineses na Internet. O aplicativo, que se conectará por meio do WeChat, foi projetado para recolher fotos dos álbuns de smartphones, de forma similar ao que acontece com o Moments.

Ao New York Times, o Facebook declinou confirmar detalhes sobre o lançamento do Colorful Balloons. A reportagem ainda sugere que a abordagem adotada é um risco alto e que pode causar novas dificuldades com um regime que mantém controle rigoroso sobre as empresas estrangeiras de tecnologia.