Bitcoin bate recorde e é negociado a R$ 11 mil após polêmica divisão da moeda

Da Redação
09/08/2017 - 12h22
No início do mês, moeda digital se dividiu em duas. Criação do novo Bitcoin Cash valorizou a moeda original bitcoin

A moeda virtual Bitcoin passou por uma de suas maiores mudanças no primeiro dia de agosto deste ano desde a sua criação há cerca de oito anos.

Os entusiastas da tecnologia vinham discutindo, durante anos, como aumentar sua capacidade de processamento de pagamentos, que se tornou pequena por conta da alta demanda. Como não se chegava a um consenso, houve uma divisão da moeda em duas: uma que ainda preserva o nome Bitcoin, e outra que adotou o nome Bitcoin Cash.

No momento da divisão quem possuía bitcoins passou a ter o mesmo saldo em bitcoins Cash. Esperava-se que o preço das duas somado seria equivalente ao do Bitcoin anterior, mas o que aconteceu foi que ambas as moedas subiram de preço. 

Hoje o Bitcoin original é negociado por 11 mil reais no Brasil e pelo preço recorde de 3.400 dólares no exterior. O Bitcoin Cash é negociado por cerca de 350 dólares. 

Em nota, o MercadoBitcoin.com.br, site para intermediação de compras e vendas de moedas digitais, informou que a negociação de Bitcoin Cash no Brasil estará disponível a partir do dia 21 na própria plataforma.

"A princípio, é estranho que ambas moedas somadas sejam maiores que o Bitcoin original. Mas esse processo gerou tanta incerteza nos últimos anos, que o fato de ele ter sido resolvido, mesmo que com uma cisão, deixou todos os participantes muito animados", disse Rodrigo Batista, CEO do MercadoBitcoin.com.br.

A companhia reforça que ainda existe a chance de que o Bitcoin passe por uma nova divisão no mês de Novembro. Contudo, após o sucesso da cisão e criação do Bitcoin Cash, espera-se que seja um processo menos traumático.