Brasil ainda tem 8 milhões de PCs vulneráveis ao ransomware WannaCry

Luiz Mazetto
03/08/2017 - 14h16
Segundo a Avast, essas máquinas não receberam atualização com correção para a vulnerabilidade Eternal Blue, liberada pela Microsoft em maio.

Mais de 8 milhões de PCs ainda estão vulneráveis no Brasil ao ransomware WannaCry, que causou estragos por todo o mundo no último mês de maio. As informações foram divulgadas pela Avast nesta semana.

Segundo a empresa de segurança, essas máquinas todas continuam sem a atualização necessária para proteger os usuários da vulnerabilidade Eternal Blue, explorada pelos hackers com o WannaCry e também em um outro ataque posterior com um ransomware conhecido como Petya.

O CTO da Avast, Ondrej Vlcek, disse que o número de máquinas vulneráveis no Brasil chama a atenção e fez um alerta sobre o ransomware, atualmente a ameaça número 1 nos PCs. “Veremos cada vez mais e mais ataques desse tipo”, aponta o executivo, que destaca que existem muitas razões para esse número tão grande de PCs desatualizados em nosso país, incluindo a pirataria do Windows.

Vale lembrar que a Microsoft soltou em maio um patch específico contra o Eternal Blue para versões mais antigas do Windows, como o Windows XP e o Windows 7, que ainda é usado em metade dos computadores do mundo, segundo dados divulgados recentemente pela Net Applications. Antes disso, em março, a empresa de Redmond já tinha corrigido a vulnerabilidade em máquinas com o seu sistema mais recente, o Windows 10, lançado oficialmente em julho de 2015.