YouTube dobra número de vídeos retirados do ar por conteúdo extremista

Da Redação
01 de agosto de 2017 - 14h55
Segundo o site do Google, machine learning foi um grande aliado neste aumento significativo no volume de clipes barrados nos últimos meses.

O YouTube dobrou o número de vídeos retirados do ar por conteúdos extremistas desde o último mês de junho, quando apertou o cerco contra essas publicações na sua plataforma.

E esse aumento significativo no volume de conteúdos extremistas retirados do site tem muito a ver com um uso maior de machine learning para avisar ao site de vídeos do Google sobre “extremismo violento”.

O YouTube afirmou que 75% dos vídeos que foram removidos do site nos últimos meses tiveram sua retirada feita antes de qualquer pessoa marcá-los como impróprios por conteúdo extremista, apenas com a ajuda das máquinas.

“Nossos sistemas de aprendizado de máquina estão mais rápidos e eficientes do que nunca”, afirma a empresa em um post no seu blog sobre o assunto.

Além dessa ajuda tecnológica, o YouTube começou recentemente a trabalhar com outros 15 grupos especialistas em extremismo para conseguir encontrar e barrar mais conteúdos desse tipo na plataforma.