Alphabet trabalha em sistema de armazenamento de energia renovável

Da Redação
01/08/2017 - 11h07
Sistema usa sal e anticongelantes para armazenar energia. Gigante de tecnologia trabalha em protótipo inicial no Vale do Silício, segundo Bloomberg

O laboratório secreto da Alphabet (empresa mãe do Google) está desenvolvendo uma nova forma para armazenar energia renovável usando sal e anticongelantes. 

Segundo informações da Bloomberg, os pesquisadores do Lab X estão trabalhando em um sistema que poderia durar mais que baterias de íon lítio, além de ser mais competitivo quando comparado a outros métodos de armazenamento de energia. Ele também poderia ser instalado em qualquer lugar.

O projeto batizado de Malta não se trata ainda de um projeto oficial do Lab X. A Bloomberg reporta que os pesquisadores trabalham atualmente em um protótipo inicial no Vale do Silício. 

O sistema teria quatro tanques cilíndricos conectados por tubos a uma bomba de calor. Dois deles são preenchidos com sal, enquanto os outros são preenchidos com anticongelante ou líquido hidrocarboneto. O sistema absorve energia sob a forma de eletricidade, criando dois fluxos de ar. O ar quente que aquece o sal e o ar frio que arrefece o anticongelante. Um interruptor, então, inverte o processo: o ar quente e frio apressa-se um para o outro, o que cria rajadas poderosas o suficiente para girar uma turbina para produzir eletricidade quando necessário. Dependendo de como os tanques são isolados, o sistema poderia armazenar energia por muitas horas ou dias.
 
Um sistema funcional pode variar em tamanho de uma "grande garagem" para uma "usina de energia tradicional em grande escala".
 
Cientistas já comprovaram tal sistema como uma técnica plausível no armazenamento de energia. A contribuição do projeto Malta tem sido diminuir a temperatura de operação do sistema para que materiais caros como cerâmica e aço não sejam necessários. 
 
Em entrevista à Bloomberg, Obi Felten, diretor do Lab X, ressaltou a contribuição de uma grande empresa como a Alphabet trabalhar para solucionar um problema ambiental: "Se começarmos a solucioná-lo, há trilhões e trilhões de dólares em oportunidades de mercado", disse.