Google adota novo 'feed de notícias' semelhante ao do Facebook

Carla Matsu
19/07/2017 - 12h17
Atualização do aplicativo principal do Google entrega buscas personalizadas e permite seguir tópicos e figuras públicas para exibir notícias

Uma nova atualização do Google ao seu aplicativo móvel aproxima a gigante de tecnologia ao que o Facebook aprendeu a fazer muito bem nos últimos anos: personalizar o seu feed de notícias.

Em dezembro do ano passado, o Google já havia atualizado o seu aplicativo principal para acrescentar um feed. Baseado no seu histórico de buscas e localização, ele começou a mostrar informações sobre esportes, notícias das quais você havia demonstrado interesse e previsão do tempo, por exemplo. Mas hoje, o Google está levando esse recurso a um novo patamar, fazendo dele mais compreensível e pessoal do que nunca. 

Trata-se, possivelmente, da maior mudança do motor de buscas do Google em um bom tempo. Com a nova atualização, usuários verão um novo botão "Seguir" próximo a barra de resultados. Obcecado pelas últimas empreitadas do Elon Musk e Jeff Bezos? A vida das Kardashians ou Beyoncé agregam algum tipo de valor aos seus dias? Aquela banda dos anos 1990 que retornou para alguns shows têm tirado o seu sono? Bem, agora, você poderá seguir tais pessoas públicas e toda vez que você checar o app do Google, você será apresentado a novidades e reportagens sobre as mesmas. 

Com a atualização, o feed permitirá que você tenha uma visão mais profunda e contextual daquilo que te interessa. Isso porque em alguns casos, ao pesquisar por algo, você verá "Notícias relacionadas" abaixo de um artigo, permitindo transitar entre as opções na horizontal. Ao procurar por um lançamento de um filme, o motor de buscas apresentará trailers, críticas e horários de exibição no cinema.

“Quanto mais você usa o Google, melhor o feed será”, explica Shashi Thakur, VP do Google, no blog da empresa. "A medida que o mundo e seus interesses mudam, o seu feed continuará a crescer e evoluir com você. Você notará que o seu feed irá também refletir o seu nível de interesse em tópicos variados", complementa.

Para entregar uma experiência mais pessoal aos seus usuários, o Google emprega aprendizado de máquina e inteligência artificial. Seus algoritmos aprendem alguns de seus hábitos a partir de serviços do próprio Google, incluindo, suas atividades obsessivas no YouTube, para entregar conteúdo personalizado. Caso você não queira mais saber sobre um personagem específico, basta deixar de segui-lo na ferramenta.  

Inicialmente, o novo feed estará disponível nos Estados Unidos, mas chegará a outros países ao longo das próximas semanas, informou a companhia. Por enquanto, as novidades se aplicam somente ao aplicativo - tanto para o Android quanto ao iOS. Mas a empresa estuda a possibilidade de levar o feed customizado também ao seu buscador web.