Após demissões e rumores, SoundCloud diz que está aqui para ficar

Da Redação
17 de julho de 2017 - 10h44
Em comunicado, CEO da plataforma de streaming de música negou que a companhia vai sair do mercado.

Após demitir cerca de 40% da sua equipe na semana passada e ser alvo de diversos rumores sobre estar saindo do mercado, o SounCloud anunciou no final de semana que “está aqui para ficar”.

Em um post no blog da empresa de streaming de música, o CEO Alex Ljung garantiu que a plataforma continuará no mercado. “A música que você ama no SoundCloud não está indo embora, a música que você compartilhou ou subiu não está indo embora, porque o SoundCloud não está indo embora”.

Os rumores sobre o possível fim do SoundCloud aumentaram na última semana, quando o site especializado TechCrunch publicou uma reportagem, após as demissões na empresa, dizendo que o SoundCloud só teria dinheiro suficiente para durar até o começo do próximo trimestre.

Em resposta a isso, Ljung afirmou que o SoundCloud não deixará de existir no futuro próximo. “Nem em 50 dias, nem em 80 dias ou em qualquer outro momento num futuro próximo. As suas músicas estão seguras”, disse o CEO.

Não se sabe exatamente o que aconteceu, mas o cantor Chance the Rapper, que surgiu para o mundo no SoundCloud, parece ter interferido de alguma forma na situação. Em seu Twitter, o artista publicou o seguinte post: “Acabo de sair de uma ligação muito produtiva com Alex Ljung. O SoundCloud está aqui para ficar.”