Mesmo após petições de fãs, Netflix descarta volta de Sense 8

Da Redação
09 de junho de 2017 - 15h14
Em pronunciamento, serviço de streaming diz que possui os melhores fãs e que chegou a analisar a fundo a possibilidade da volta do programa.

Cancelada oficialmente na semana passada após apenas duas temporadas, a série Sense 8 recebeu muitas petições de seus fãs nos últimos dias pedindo pela volta do programa por mais uma temporada ou pelo menos que o Netflix faça um episódio final para encerrar a trama de uma maneira mais apropriada.

No entanto, o serviço de streaming descartou tal possibilidade em um comunicado publicado pelos perfis oficiais de Sense 8 nas redes sociais nesta quinta-feira, 8/6, em que diz que possui os “melhores fãs” e que chegaram a analisar a fundo a possibilidade de fazer esse retorno do programa acontecer.

“À nossa família Sense8... Nós estamos vendo as petições. Nós estamos lendo as mensagens. Sabemos que vocês querem #RenewSense8, e queríamos poder #BringBackSense8. A razão para demorarmos tanto para responder é que estávamos analisando a fundo aqui na Netflix a possibilidade de fazer isso acontecer, mas infelizmente não conseguimos. Obrigada por assistirem a essa história que nos enche tanto de orgulho. Vocês são os melhores fãs que uma série pode ter. Esperamos que continuem pra sempre conectados ao cluster”, afirma o perfil oficial de Sense 8 no Facebook – a mensagem já teve mais de 20 mil reações e 3 mil comentários até o fechamento da reportagem.

Mais um cancelamento

Esse fim precoce de Sense 8 foi o segundo cancelamento importante do Netflix nas últimas semanas. Antes disso, a empresa tinha anunciado que a superprodução The Get Down não voltará para uma segunda temporada após gastos estimados em 120 milhões de dólares nos primeiros episódios dirigidos por Baz Luhrman – Sense 8 também tinha um orçamento gigante, com cada episódio tendo custado em torno de 9 milhões de dólares.

O diretor australiano citou razões pessoais e outros projetos profissionais para sua saída de The Get Down, mas o CEO do Netflix, Reed Hastings, sugeriu recentemente que o seriado musical sobre o surgimento do hip-hop em NY nos anos 1970 também não teria atingido o público esperado.

No caso de Sense 8, o Netflix não citou nenhuma razão específica para o fim da série, se limitando apenas a fazer elogios sobre o programa. “Sense8 é tudo que sonhamos que seria: ousado, emocional, impressionante, forte, e totalmente inesquecível. Nunca houve um programa realmente global como esse com um elenco e uma equipe igualmente diversos e internacionais”, afirmou a plataforma em um comunicado sobre o assunto.