Golpe no WhatsApp engana brasileiros com promessa de resgate do FGTS

Da Redação
31/05/2017 - 12h41
Mais de 360 mil usuários foram enganados pelos cibercriminosos em poucos dias, segundo a empresa de segurança PSafe.

Um novo golpe disseminado via WhatsApp já enganou mais de 360 mil brasileiros ao simular a consulta para saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), segundo informações da PSafe.

De acordo com a empresa de segurança, a ameaça começou a ser disseminada por cibercriminosos há cerca de dois dias e traz um link pelo qual o usuário supostamente poderia resgatar 1.760 reais do Fundo de Garantia.

Para aumentar o seu alcance, o golpe alega que o dinheiro do resgate está disponível para todos que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2016.

A mensagem exige que o usuário responda a três perguntas (“Você trabalhou no período entre 1998 a 2016?”, “Você está registrado atualmente?” e “É maior de 18 anos”), clique no link e ainda o compartilhe com 10 contatos do aplicativos.

Além disso, como costuma acontecer nesses golpes, o usuário é levado a uma página maliciosa para se cadastrar em serviços de SMS pago de conteúdo adulto - que efetuam cobranças indevidas - ou baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro.

Dicas para se proteger

“O usuário deve estar atento a qualquer tipo de promoções exageradas que chegam por mensagens, checando sempre se a promoção é real ao entrar em contato diretamente com a empresa ou órgão do governo. Além disso, é imprescindível que tenha instalado um software de segurança com a função ‘antiphishing’, pois esse sistema é capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual”, explica o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni. 

golpefgts01.jpg