Boatos falsos sobre cobrança do WhatsApp voltam a circular no Brasil

Da Redação
05/05/2017 - 18h46
Fique de olho, já duas mensagens vêm enganando muitos usuários ao afirmarem que o serviço do Facebook passará a ser cobrado em breve.

É bom ficar de olho nas mensagens compartilhadas no WhatsApp, já que nas últimas semanas começaram a circular dois novos boatos falsos que alegam que o aplicativo passará a ser cobrado no Brasil.

Em ambos os casos, os boatos culpam os “servidores congestionados” do WhatsApp para a suposta cobrança do serviço de mensagens do Facebook no país, onde é usado por 100 milhões de pessoas. 

Outro ponto em comum entre as mensagens mentirosas é que as duas pedem para que os usuários as compartilhem com seus contatos para evitar essa suposta cobrança e que, por consequência, suas contas fiquem inativas. 

“Se você não enviar esta mensagem para todos os seus contatos, o WhatsApp começará a cobrar. Sua conta permanecerá inativa com a consequência de perder todos os seus contatos. Mensagem de Jim Balsamic (CEO do WhatsApp), tivemos um uso excessivo de Nomes de usuário no WhatsApp Messenger”, afirma uma das mensagens falsas. 

whatsappboato.jpg

Já o segundo boato tem “autoria” de outro diretor fictício do WhatsApp, chamado de Jélysson, e é assinado por “equipe WhatsBook”, uma curiosa invenção dos golpistas que junta WhatsApp e Facebook no mesmo nome.

Como costuma acontecer nessas mensagens falsas que circulam no WhatsApp, há diversos erros de português em ambos os boatos.

Pensando nesse e em outros boatos e golpes que circulam no WhatsApp, a plataforma do Facebook lançou recentemente um guia com diversas dicas para os usuários se protegerem.
 
whatsappdicas01.jpg