Facebook aposta em Realidade Aumentada para acabar com Snapchat

PC World / EUA
18/04/2017 - 17h49
Maior rede social do mundo apresentou nova plataforma para desenvolvedores com foco na tecnologia durante a abertura da conferência F8 nos EUA.

Os esforços do Facebook para incorporar funcionalidade de câmera em todos os seus apps não é apenas um esforço para acabar com o Snapchat. A empresa usará essas câmeras como uma maneira para criar uma plataforma de desenvolvedores para realidade aumentada, afirmou o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, nesta terça-feira, 18/4, durante a abertura da conferência F8.

Os desenvolvedores e artistas podem trabalhar em criar lentes para câmeras de realidade aumentada com o AR Studio, um novo ambiente de desenvolvimento que o Facebook liberou em beta fechado. O ambiente oferece ferramentas de usuários para facilitar a criação de cenas de realidade aumentada como máscaras e outras camadas que reagem à cena ao redor delas.

A partir de hoje, 18/4, os artistas também podem desenvolver frames customizados para a câmera do Facebook que irão sobrepor imagens sobre uma foto ou vídeo, de forma bastante parecida com a atual plataforma do Snapchat para suas lentes.

Zuckerberg posicionou esse esforço de câmeras como o início de uma plataforma aberta de desenvolvedores para realidade aumentada que terá capacidades adicionais com o passar do tempo. Por exemplo, o executivo mostrou um recurso de câmera exibindo texto digital em uma imagem física que parecia ficar no mesmo lugar à medida que o usuário andava pelo ambiente.

Os recursos são parecidos com ferramentas adicionadas pelo Snapchat, incluindo uma funcionalidade de realidade aumentada que também foi lançada nesta terça-feira, 18/4

 Facebook1

“O que o Facebook lançou hoje em Realidade Aumentada é interessante e algo feito para abraçar, ampliar e, por final, acabar com o Snapchat”, aponta o analista de mercado Patrick Moorhead.

Mas não espere que o aplicativo do Facebook de repente comece a trazer recursos de realidade aumentada. Vai levar algum tempo até a empresa adicionar as novidades – e mais ainda para os desenvolvedores as aproveitarem, apontou Zuckerberg.

Esse novo esforço em Realidade Aumentada não significa que o Facebook esteja desistindo da Realidade Virtual – longe disso. A empresa também seu primeiro aplicativo de Realidade Virtual durante o evento.

“Realidade virtual e aumentada andam lado a lado”, explicou o CEO.

A pesquisa que o Facebook está fazendo relacionada à Realidade Virtual também se traduziu em benefícios para o seu programa de Realidade Aumentada. A equipe Oculus está usando uma técnica conhecida como “localização e mapeamento simultâneos” para ajudar com rastreamento de movimentos para um novo protótipo de realidade virtual. A mesma tecnologia está sendo adaptada para as habilidade de sobreposição de camadas mostradas nesta terça-feira, 18/4.