Rede Pay adquire startup brasileira de programa de fidelidade Zimp

Da Redação
31/03/2017 - 13h34
Com parceria, consumidores poderão gerar ou resgatar pontos Zimp nas máquinas de pagamentos e em cartões da Rede Pay

A empresa de pagamentos Rede Pay adquiriu o programa brasileiro de fidelidade Zimp. Detalhes sobre valores da transação não foram informados.

Lançado no ano passado, o programa de recompensas permite o acúmulo de pontos em e-commerces brasileiros de uma forma mais direta e transparente, tendo em vista que cada ponto vale 1 real e os pontos não têm prazo para expirar. A iniciativa é criação dos empreendedores Julia Canalini (CEO), Sérgio Keller (CPO), Luan Muniz Teixeira (CTO) e Manoel Damasceno, responsável por novos negócios. 

Para pontuar no Zimp, o cliente precisa se cadastrar no site e se conectar às lojas online por meio do mesmo. A partir daí, as compras realizadas em parceiros contam para pontuação no programa. O resgate dos pontos também é feito diretamente pelo site. 

“Para o consumidor, o valor de seu ponto é transparente, não há prazo para resgate e o processo é simples, tornando a experiência do uso próxima a do dinheiro. Já para o lojista o programa oferece risco zero/baixo risco, uma vez que é baseado em performance: não existem custos indiretos como taxa de adesão, mensalidade, licença ou taxa de instalação, não tem o risco do seu investimento ser perdido com expiração e só paga os pontos quando efetua a venda. Isto significa que a Zimp só ganha se o lojista ganhar”, explica a startup.

Agora, com a nova parceria com a Rede Pay, todo ecossistema de pagamentos da companhia poderá operar gerando créditos e resgate de pontos Zimp, no varejo online, mobile e offline.

“Com o Zimp, avançamos em nosso propósito de construir um ecossistema integrado de pagamentos, que inclui em uma mesma operação Point of Sales (POS), TEF, Mobile e E-commerce”, explica Sallen Moraes, fundador da Rede Pay.

De acordo com a CEO Julia Canalini, mesmo com a aquisição, a Zimp ainda mantém autonomia para decisões estratégicas.

“Para todas as decisões estratégicas vamos envolver todos os sócios. Porém para o dia a dia temos liberdade total para tocar o negócio. Se de um lado, a Rede Pay quer estimular o uso dos seus cartões e POS com o Zimp, de outro o Zimp 'ganha' um potencial de milhões de usuários da noite para o dia", avalia Julia.

Segundo a Zimp, o processo de integração da plataforma ao sistema da Rede Pay está avançando rapidamente. Com ela, o consumidor poderá gerar ou resgatar pontos Zimp nas máquinas de pagamentos e em cartões da Rede Pay. Também será possível realizar operações de cash back, ou seja, resgatar os pontos Zimp em dinheiro, também por meio da rede credenciada à Rede Pay.